Indie Fund é modelo de investimento que apoia o desenvolvimento independente de games

Depois de dois anos, o desenvolvedor não tem mais obrigações com o fundo.

  • por em 29 de julho de 2018

Um grupo de designers independentes de games bem sucedidos decidiu unir forças e criar o projeto Indie Fund, sistema de apoio financeiro voltado apoiar a produção de novos jogos independentes, ajudando os desenvolvedores indies a dar prosseguimento às suas criações.

O projeto foi concebido por profissionais como Ron Carmel e Kyle Gabler, da 2D Boy, famosa pela criação de World of Goo, Jonathan Blow, conhecido pela produção de Braid, e outros parceiros indies, que aproveitaram o fato de estarem melhor estabelecidos para ajudar à nova safra de indies.

Basicamente, o fundo oferece aos projetos contemplados um orçamento flexível, sem metas preestabelecidas de valor, com o aporte de um valor determinado entre as partes em dois pagamentos, sendo o primeiro na assinatura do contrato e o seguinte quando o primeiro está próximo de se esgotar. Nesta ocasião, uma nova avaliação é feita em conjunto e, caso seja necessário mais mais ou menos dinheiro para finalizar o jogo, o ajuste é realizado para contemplar a finalização do trabalho. 

Lançado o game, o resultado financeiro das vendas é revertido ao fundo até que o investimento seja coberto e, após esta etapa, o desenvolvedor passa a ganhar 25% de toda a arrecadação até que o dobro do valor seja investido, ou por um período de dois anos, dependendo do sucesso de vendas.

Mesmo que os custos de financiamento não sejam compensados pela venda durante o período de dois anos de vigência do contrato, o criador não tem mais obrigações com o fundo. A obra passa a ser integralmente do desenvoovedor.

Mais informações diretamente no site do programa de financiamento.

Acompanhe Drops de Jogos no Facebook e no Twitter.
Clique aqui e assine nosso canal no YouTube 

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Categorias:
Negócios