Eduardo Righi, desenvolvedor brasileiro que trabalhou com a Nintendo, fala com site IDJ sobre carreira

Morador de Redmond (Washington), nos Estados Unidos, Eduardo Righi conversou com o presidente da Smyowl, e editor do site parceiro Indústria de Jogos (IDJ), Maurício Tadeu Alegretti, em novembro de 2015 por uma conferência online. Drops de Jogos reproduz o vídeo da entrevista que conta a história de Righi desenvolvendo jogos para Ilusis Interactive Graphics, incluindo projetos brasileiros para PSP da Sony em 2008, e depois na própria Nintendo, na produção de Mario vs. Donkey Kong: Tipping Stars lançado em 2015.

Foto: Arquivo Pessoal

Geração Gamer conversou com Eduardo Righi em março deste ano sobre sua passagem na Big N. "Eu fui contratado como engenheiro de software. Trabalhei principalmente programando o gameplay da versão do portátil 3DS. Isto é, o comportamento dos personagens, itens, controles, e todo tipo de interação que acontece enquanto o usuário joga um level", explicou o desenvolvedor na época.

Se você quer entender as diferenças entre trabalhar dentro e fora do Brasil, vale dar uma olhada no vídeo de mais de duas horas de duração.

Acompanhe Drops de Jogos no Facebook e no Twitter.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Categorias:
Vídeos