Ferramenta indie BR para games educacionais é premiada pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento

Projeto já alcançou mais de 12 mil alunos de escolas brasileiras, com 500 jogos publicados.

  • por em 3 de junho de 2016

O FazGame, uma ferramenta idealizada para auxiliar profissionais e jovens na criação de jogos educativos, acaba de ter sua excelência reconhecida com o recebimento do prêmio Nexso, concedido pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento.

O projeto, produzido pelo TecZelt, integra os 12 trabalhos premiados pelo Nexso, concurso criado para identificar e premiar as startups mais inovadoras da América Latina e do Caribe no mercado de economia criativa.

Este ano, o BID reuniu mais de 500 startups no DemandSolutions 2016, evento realizado em Washington, que consagrou a ferramenta concebida pela educadora Carla Zeltzer, sócia da empresa que agora lança a ferramenta também em Espanhol e Inglês.

“O FazGame – o game para criar games educacionais – é uma ferramenta de autoria que possibilita professores e alunos – sem conhecimento de programação ou design – crirem games disparadores de aprendizagem”, informou a professora Carla, em aula proferida na USP, em 2014. “Os jogos são publicados e podem ser acessados de qualquer lugar através da internet”, explicou.

Para Carla, os jogos são uma excelente porta de entrada nas escolas para o “desenvolvimento da criatividade e habilidades como planejamento, trabalho em equipe, solução de problemas e outras competências essenciais para os nossos tempos”. “Quando a criança ou jovem entra em contato com a criação de um ‘objeto digital’, ela se aproxima também das oportunidades reais de criação dos nossos tempos – ampliando seus horizontes de realização atual e futura", destacou a profissional.

O sistema, que contou com recursos de fomento à inovação da FINEP e FAPERJ, já foi aplicado em mais de 150 escolas no Brasil, e cerca de 12 mil alunos do ensino público e privado, com mais de 500 games publicados na plataforma. Outros quatro projetos brasileiros também foram premiados na edição 2016 do Nexso.

Acompanhe o Drops de Jogos no Facebook e no Twitter.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Categorias:
Cultura