Preocupado com crimes e acidentes, Procon da Paraíba propõe estudo para proibir Pokémon GO

"Vêm acontecendo mortes, assaltos e acidentes", afirmou secretário do Procon em Cabedelo, na Paraíba.

  • por em 11 de agosto de 2016
Imagem: reprodução, via Administradores

O Procon de Cabedelo, na Paraíba, está estudando medidas com o objetivo de proibir ou delimintar o uso do game Pokémon GO.

Para o secretário adjunto do órgão, Tárcio Nóbrega, o game pode causar sérios danos aos consumidores brasileiros.

"Estamos preocupados com os efeitos negativos do jogo. Vêm acontecendo mortes, assaltos, acidentes, então queremos estudar isso para conscientizar as pessoas", afirmou, segundo reportagem local.

Até o momento, não há medidas concretas e o secretário estaria realizando um levantamento sobre o jogo e os possíveis incidentes já identificados para acionar o órgão de defesa contra o jogo virtual.

"Tentaremos parceria junto ao MP [Procon do Ministério Público], para ver se podemos intervir nesses casos com uma medida concreta”, explicou.

Fonte: Jornal da Paraíba

Acompanhe Drops de Jogos no Facebook e no Twitter.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Categorias:
Cultura