1 ano de crowdfunding com devs, 1 milhão de pageviews e nosso obrigado a vocês

Nova etapa do Drops de Jogos

Nosso crowdfunding. Foto: Reprodução/Drops de Jogos

Escrevo este editorial com muita felicidade.

Aqui no Drops de Jogos, temos a informação que nossas páginas, desde a migração para o Portal Uai do jornal O Estado de Minas, tiveram cerca de um milhão de visitas.

Neste dia, exatamente há um ano, lançamos nosso programa de financiamento coletivo (crowdfunding) através da plataforma Padrim.

Esse pedido de ajuda, visando divulgar os desenvolvedores, aconteceu num momento em que o servidor do Drops não aguentava a sobrecarga de acessos. Um ano depois, todos os nossos problemas técnicos se resolveram.

Desde o lançamento da iniciativa, passamos a maior parte dos meses com o financiamento próximo da meta estabelecida, entrevistando desenvolvedores brasileiros de games dentro do Drops de Jogos e em veículos parceiros, como a Rádio Geek. Estamos empenhados em contar as histórias da cena brasileira de games para que cada vez mais pessoas inspirem-se e fomentem esse mercado produtivo, muito além do consumo puro e simples.

Outra parte da verba que sustenta nossa pequena redação vem de patrocínios e de banners da chamada publicidade programática do Google – muitas de nossas páginas são acessadas na aba notícias do buscador.

Todas essas conquistas foram passos interessantes para tornar sustentável um negócio que, desde 2015, se firma através de parcerias com grandes veículos de comunicação, eventos e outras iniciativas do setor.

Se você acredita no nosso trabalho, enviando material, divulgando e nos apoiando, você tem meu sincero agradecimento.

Obrigado aos padrinhos: Alan Carvalho, Alvaro Gabriele Rodrigues, Aryel Tupinambá, Christopher Kastensmidt, Francisco Velasquez, Guilherme Henrique, Luiz Aguena, Marcello Lima, Marcus Vinicius Garrett Chiado, Pedro Luis NIcoletti (direto da Romênia!) , Pedro Santoro Zambon, Renato Degiovani, Ricardo Urbano e Sara Storrer.

Continuaremos firmes na nossa missão de divulgar os jogos digitais, dar o devido espaço aos games brasileiros e mostrar que o universo do desenvolvimento vale a pena.

Se você não conhece nosso crowdfunding, clique aqui (ou na barra superior, em “Contribua”).

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.