Ana Ribeiro, a primeira desenvolvedora brasileira para VR, carregou tocha olímpica no Maranhão

A desenvolvedora Ana Ribeiro, que está finalizando seu jogo Pixel Ripped nos Estados Unidos, carregou a tocha olímpica com um óculos de realidade virtual no dia 12 de junho de 2016. Maranhense, a criadora de jogos solicitou ao comitê das Olimpíadas o uso do gadget na caminhada.

Foto: Arquivo Pessoal

Ana fez história entre 2014 e 2015 ao desenvolver o primeiro game brasileiro para VR. Começou sua produção no Reino Unido e agora está finalizando com financiamento da aceleradora Boost e apoio da Oculus, empresa do Facebook.

Antes de entrar no desenvolvimento de jogos, Ana Ribeiro vendia empadinhas e era funcionária pública em São Luis, no Maranhão, local onde ela correu com a tocha.

Confira o vídeo.

Acompanhe Drops de Jogos no Facebook e no Twitter.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Categorias:
Indie