Organização do BIG Festival espera que empresas brasileiras movimentem US$ 20,7 milhões em 2016

O BIG Festival, maior evento indie da América Latina, já está lançando seus números da edição deste ano. Um dos grandes destaques desta quarta edição fica por conta das rodadas de negócios, que aconteceram no BIG Business Forum. Lá o evento recebeu mais de 60 players e compradores internacionais, de empresas como Sony, Microsoft, EA, Square Enix e Bandai Namco.

Foto: Divulgação

Mais de 190 empresas agendaram 2040 reuniões. Segundo os números iniciais da ABRAGAMES, organizadora do evento, foram mais de US$ 2 milhões em negócios fechados no evento e uma perspectiva de US$ 20,7 milhões para os próximos 12 meses.

Esta é a previsão da maior associação de games nacional para o ano de 2016.

A título de comparação, em 2015 as reuniões do BIG Festival geraram US$ 11 milhões em negócios ao longo de 12 meses, de acordo com dados do Projeto BGD, uma parceria da ABRAGAMES, Associação Brasileira de Empresas desenvolvedoras de Jogos Digitais, com Apex-Brasil – Agencia Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos. Há também uma evolução em comparação com os US$ 2,9 milhões gerados no BIG Festival 2014.

O ano passado foi considerado um período "de ouro" no desenvolvimento de jogos.

O BIG Festival deste ano recebeu 19400 visitantes, um crescimento de 60% com relação aos 12 mil do ano anterior. As 70 palestras do BIG Business Forum, apresentadas por 36 convidados internacionais e 154 brasileiros, atraíram mais de 3200 pessoas.

A exposição exibiu 63 jogos de 19 países diferentes – dos quais 44 eram finalistas da competição principal, que recebeu a inscrição de 745 projetos, de 48 países. Esses números sozinhos colocam o BIG Festival como o terceiro maior festival de jogos independentes do mundo, atrás apenas da IGF e do IndieCade. A organização também anunciou que o evento está no circuito internacional de feiras indies.

Acompanhe o Drops de Jogos no Facebook e no Twitter.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Categorias:
Indie