Infelizmente a CD Projekt Red está submetendo devs ao “crunch” com Cyberpunk 2077

Abuso no mercado de jogos digitais

V de Cyberpunk 2077. Foto: Divulgação/Twitter

Desenvolvedores de Cyberpunk 2077 estão virando noites na correria para lançar o jogo, um tipo de abuso no mercado de trabalho conhecido pela expressão em inglês chamada “crunch”.

Mesmo prometendo não obrigar seus funcionários a trabalharem além do que foi estabelecido, o estúdio polonês fará com que seus programadores trabalhem seis vezes, dos sete dias, por semana. Esse anúncio foi feito através de um e-mail para os funcionários, onde Adam Badowski, CEO da companhia, anunciou que o estúdio entrará nesse modo até o lançamento do jogo em novembro. Adam reconhece que a situação não é ideal, mas foi um mal necessário que vai contra o acordo estabelecido previamente com os desenvolvedores. Contudo, o CEO garantiu que esses esforços serão recompensados, já que a empresa dispões de uma política que recompensa os desenvolvedores com 10% do lucro total da empresa.

Cyberpunk 2077 está previsto para ser lançado no dia 18 de novembro.

O Drops de Jogos não endossa ações de crunch na indústria de games, o que precariza o mercado de trabalho em tecnologia.

Vimos a notícia no Gamerview.

LEIA MAIS – Drops de Jogos discute como falar de games e política

“Metal Gear mistura guerra e narrativa surreal”, disse fã que tem braço biônico inspirado em Big Boss

Tony Hawk’s Pro Skater 1+2 com Charlie Brown Jr, uma resenha

Death Stranding, a resenha em tempos de coronavírus. Por Pedro Zambarda

Conheça o projeto Indie BR em 5

Conheça mais sobre o trabalho do Drops de Jogos acima.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.