John Hanke, chefão do Niantic Labs de Pokémon GO, tem perfil hackeado por Brasil

O grupo cracker OurMine deu um show no dia 1º de agosto. Reclamando do fato de Pokémon GO não ter chegado ao Brasil no dia 31 de julho, eles agiram e tentaram prejudicar o Niantic Labs de diferentes formas.

Foto: Reprodução/Twitter

Primeiro causaram uma queda nos servidores do game com um ataque DDoS e agora invadiram e hackearam o perfil de John Hanke, o chefão do Niantic, no Twitter.

Não é a primeira vez que o OurMine invade uma conta de um figurão do mundo da tecnologia. Nas últimas semanas, o grupo também hackeou os perfis de vários outros executivos de gigantes desse mercado, como no caso de Mark Zuckerberg, Sundar Pichai e até o próprio CEO do Twitter, Jack Dorsey.

O ataque fez Niatic se pronunciar nesta semana, pedindo paciência aos brasileiros para o lançamento, que será em breve.

Via Tecmundo

Acompanhe o Drops de Jogos no Facebook e no Twitter.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Categorias:
Indústria