Resident Evil Village é o primeiro Resident Evil dublado em português

Confira o trailer

  • por em 11 de maio de 2021

Resident Evil Village é o primeiro Resident Evil dublado em português. Foto: Reprodução/YouTube

O celebrado retorno da franquia de terror da Capcom, que acaba de ser lançado como Resident Evil Village, deve alegrar os jogadores sem domínio de língua estrangeira, como o primeiro game da série a chegar com dublagem em português.

Os dubladores Raphael Rossatto e Priscila Franco emprestaram seus talentos e vozes aos personagens Ethan Winters e Mia. Chris Redfield ganhou vida na voz de Léo Rabelo e os quatro lordes contam com as vozes de Adriana Pissardini como Lady Dimitrescu, Henrique Canales como Heisenberg, Raul Rosa como Moreau e Rebeca Zadra como Donna Beneviento e sua boneca Angie. Mãe Miranda, a líder do grupo, é interpretada por Beatriz Villa, enquanto a misteriosa Velha é dublada por Suzete Piloto.

Para comemorar o lançamento no Brasil, a Capcom realizou uma palestra durante o BIG Festival, que contou com a participação dos dubladores do jogo e foi mediada por Fabio Santana, gerente de relações públicas e localização da empresa no Brasil.

O oitavo jogo principal da franquia Resident Evil está disponível para PlayStation 5, PlayStation 4, Xbox Series X|S, Xbox One e Steam no Brasil, e deve ganhar upgrade da versão PlayStation 4 para a versão digital de PlayStation 5.
LINK do PS4 para PS5 – https://www.playstation.com/pt-br/support/games/upgrade-ps4-game-to-ps5-version/

Assista, abaixo, ao trailer em português:

LEIA MAIS – Conheça 17 empresas que estão definindo o futuro dos games brasileiros

Fatec’s Out é o game brasileiro de 2020 segundo a pesquisa Drops de Jogos/Geração Gamer

Opinião – Death Stranding é sobre futuro; Cyberpunk 2077 é passado. Por Pedro Zambarda

Veja o vídeo da semana acima.

Conheça mais sobre o trabalho do Drops de Jogos acima.

Veja mais sobre a Geek Conteúdo, a produtora da Rádio Geek, parceira do Drops de Jogos.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.