Inspirado em Zelda e clássicos dos 8 bits, indie brasileiro Prisma Light entra em campanha de financiamento

A arte do jogo se inspira nas animações de Hayao Miyazaki, do estúdio Ghibli.

  • por em 6 de dezembro de 2019

A “equipe-de-um-homem-só” do Graphipix Studio está desenvolvendo, há dois anos, Prisma Light, game que não esconde a inspiração em Legends of Zelda e outros jogos clássicos de 8 bits.

O projeto, desde seu início, vem progredindo lentamente, mostrando qualidade e angariando boa reputação, chegando a receber o título de Melhor Protótipo pelo Centro RPG Maker em 2018.

Agora, Jonathan Lima, artista e fundador do Graphipix Studio, decidiu subir de fase e está lançando uma campanha de financiamento coletivo para finalizar o projeto e, a depender do montante arrecadado, levar o game a outras plataformas.

Segundo as informações do estúdio, o game é simples de jogar e, paralelamente, desafiador, combinando controles intuitivos com novas estratégias para vencer as batalhas, em um projeto do gênero Action Role Playing Game.

O jogador conduz o herói Davus, um menino de 12 anos de idade, que precisa sobreviver à jornada em um mundo tomado por estranhos fenômenos e manifestações malignas para encontrar a Essência Suprema do Mal, o responsável pelos acontecimentos terríveis que ocorrem na cidade.

Os gráficos da produção são detalhados e coloridos, com estética baseada nas animações de Hayao Miyazaki, co-fundador do estúdio Ghibli, e trilha sonora, envolvente, é produzida por Vinicius Oliveira (ouça um trecho logo abaixo).

Para apoiar a iniciativa, basta acessar a página da campanha no site Catarse.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments