Primeiras impressões de The Crew 2 na E3 2017

Por Pedro Zambarda, editor-chefe do Drops de Jogos, com reportagem em Los Angeles (EUA)

Foto: Divulgação

Com a proposta de mundo aberto, The Crew 2 abandona de vez a proposta do primeiro título de 2014. O jogo previsto para 16 de março de 2018 aposta em novos veículos para testar os limites do gamer.

Apesar da proposta sem muito pé ou cabeça, o segundo game promete momentos bacanas de diversão e nós conferimos em primeira mão na E3 deste ano.

Vá de carro, moto, barco e até avião

O negócio é trocar de veículo enquanto você joga neste game. No mapa aberto dos Estados Unidos, você pode dirigir automóveis esportivos e trocar para veículos 4×4 na terra. Pode partir também para uma moto para alta velocidade, entre outros modelos mais robustos. 

Cansou de andar em duas ou quatro rodas. Pegue um barco e passe por cenários com lagos. É possível pegar embarcações grandes ou lanchas. Quer ter uma visão panorâmica do mundo aberto? Vá de avião e sobrevoe metrópoles e as pequenas cidades.

Tudo é alternado em poucos botões, que alteram os veículos que seu personagem possui. Mas é exatamente neste ponto que surgem problemas.

Os bugs

Embora a versão da E3 esteja distante de ser a final, The Crew 2 bugou algumas vezes conosco. Se você trocava para o veículo errado no terreno inapropriado, o jogo simplesmente trava.

Pegar um barco e tentar jogá-lo na terra não permite nenhuma reação do game para corrigir seu erro. Ele simplesmente travou e eu tive que reiniciar o estágio todo.

Apesar destes problemas, o game ganha nos gráficos caprichados para um título deste naipe da Ubisot. Ele chega para PS4, XONE e PC.

Acompanhe Drops de Jogos no Facebook e no Twitter.
Clique aqui e assine nosso canal no YouTube

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Categorias:
Resenhas