Iniciativa Social de desenvolvedores em Pelotas abre curso de Games com Unity 5

Desenvolvedores do Rio Grande do Sul deram início a atividades formativas para a criação de games para jovens e oferecem curso a valores diferenciados.

  • por em 20 de julho de 2015

A equipe do Izyplay Game Studio, de Pelotas, no Rio Grande do Sul, divulgou informações sobre o início da próxima turma para o curso de Games com Unity 5. O curso conta com o apoio da Flexxo, centro de capacitação em TI que oferecerá a infra-estrutura de equipamentos e ambiente para as aulas, e faz parte de uma iniciativa social dos empreendedores, como explica Everton Baumgarten Vieira, co-fundador da empresa e diretor de criação: "O curso faz parte do Abrindo o Jogo, nossa iniciativa social. Montamos um curso não apenas para fomentar, mas sim para realmente capacitar a comunidade. São 3 módulos complementares, e o avançado inclusive trata de assuntos diversos como instalar o game nas lojas [virtuais] e formas de monetização".

O site Abrindo o Jogo, já há algum tempo online, oferece regularmente conteúdos para interessados no mercado de desenvolvimento de games, com uma linguagem jovem e coloquial. A intenção dos idealizadores é que os participantes do curso possam aprofundar esses conhecimentos e integrar efetivamente o mercado produtor. "É fácil cobrar pessoal capacitado no mercado. Mas, na nossa indústria o pensamento é outro", avalia o desenvolvedor. "Precisamos fazer alguma coisa para garantir que existam profissionais capacitados, portanto. A coisa se formalizou quando o meu atual sócio, o Alessandro, topou o convite e começamos a criar posts regulares e até um podcast, o PodAbrir, com conteudo todo focado para o Game Dev", explicou. 

O estúdio Izyplay está no mercado desde 2011 e lançou recentemente o jogo de cultura pop SmarTest Nerd. Embora não sejam gratuitos, os cursos oferecem preços diferenciados e um pacote promocional para o módulo completo. Mais informações estão disponíveis diretamente no site da iniciativa.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Categorias:
Tecnologia