Presidente do BNDES, Mercadante quer dar crédito bilionário no Brasil em inteligência artificial

Aloizio Mercadante falou em um evento

Aloizio Mercadante. Foto: EBC

Aloizio Mercadante. Foto: EBC

O presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Aloizio Mercadante, anunciou que irá propor a criação de uma linha de crédito de R$ 2 bilhões para impulsionar negócios na área de inteligência artificial à Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) e à Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii).

Ele falou durante um seminário promovido pelo BNDES. Durante o evento internacional “O impacto da inteligência artificial no Brasil”, Mercadante destacou a importância de avaliar a criação dessa linha de financiamento para fomentar o desenvolvimento do setor.

Ele também defendeu a formação de uma rede brasileira de inteligência artificial, um grupo permanente dedicado à reflexão e intervenção em questões relacionadas ao tema.

A diretora de Pessoas, Operações e Tecnologia da Informação do BNDES, Helena Tenório, presente no evento, anunciou que o banco reservará 30% das vagas em seu próximo concurso para candidatos cotistas, visando estimular a inclusão e diversidade.

Edital do concurso, previsto para o início de 2024, contemplaria a expectativa de preenchimento de 94 vagas, conforme informações disponíveis no site da instituição atualizadas em outubro.

Com informações da reportagem do Valor Econômico.

LEIA MAIS

1 – Primeiras impressões do FC 24, o FIFA sem nome FIFA. Por Pedro Zambarda

2 – Armored Core VI: Fires of Rubicon, uma resenha. Por Pedro e Paulo Zambarda de Araújo

Aloizio Mercadante. Foto: EBC

Aloizio Mercadante. Foto: EBC

LEIA MAIS NO DROPS DE JOGOS

Veja os vídeos da semana acima.

Conheça mais sobre o trabalho do Drops de Jogos acima.

Veja mais sobre a Geek Conteúdo, a produtora da Rádio Geek, parceira do Drops de Jogos.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments