A visão de Dimenstein, falecido hoje, ajudou com a criação do Drops de Jogos

Gilberto Dimenstein trabalhou por 28 anos na Folha de S.Paulo e era o fundador do site Catraca Livre

  • por em 29 de maio de 2020

Gilberto Dimenstein. Foto: Reprodução/UOL/YouTube

Faleceu hoje, aos 63 anos, o escritor e jornalista Gilberto Dimenstein.

Além de uma carreira profícua como jornalista de grandes veículos, incluindo Veja, O Globo e principalmente Folha de S.Paulo (que ele trabalhou por 28 anos), Gilberto Dimenstein balançou a imprensa digital com a criação do Catraca Livre, voltada para ações sociais e de empoderamento.

Ganhou o Prêmio Nacional de Direitos Humanos junto com Dom Paulo Evaristo Arns, o Prêmio Criança e Paz da Unicef, além da Menção Honrosa do Prêmio Maria Moors Cabot da Faculdade de Jornalismo de Columbia, em Nova York. O jornalista também ganhou os prêmios Esso (categoria principal) e Jabuti (1993) de melhor não-ficção, com o livro Cidadão de Papel.

Dimenstein teve também uma relativa importância para a mídia especializada em games, ajudando na criação do Drops de Jogos, ainda que jamais tenha participado ativamente do projeto.

Foi de um encontro entre o profissional com Moacyr Alves, hoje diretor geral na Toro eSports, que surgiu a ideia para a criação do site.

À ocasião, no final de 2014, Dimenstein já colhia os louros do consagrado Catraca Livre, projeto pessoal que se transformou em um grande portal de notícias sobre cultura em geral e conteúdos voltados ao bem viver.

Durante o encontro, o jornalista teria comentado com Moacyr que o site não mantinha uma pauta regular sobre a cena dos jogos digitais, consultando-o sobre a viabilidade de criação de um serviço que pudesse atender a esta demanda.

A partir desta conversação, Moacyr arregimentou um time de profissionais para a criação do site, incluindo consultoria comercial, uma empresa responsável pela criação digital e manutenção do site e os jornalistas especializados em games brasileiros Pedro Zambarda de Araújo e Kao Tokio.

Em aproximadamente três meses, estreava na rede o Drops de Jogos, com a missão de trazer informações sobre o mundo dos games, jogos de tabuleiro, card games e iniciativas lúdico-educativas em geral, enfatizando sempre o insurgente mercado brasileiro de games e as produções locais.

Após um período de aproximadamente dois anos, Dimenstein decidiu cancelar o projeto Rede Catraca, que compartilhava na “nave-mãe” as notícias dos sites parceiros.

A partir daquele momento, o Drops de Jogos alçou voo solo, mantendo suas diretrizes fundantes e conquistando novas parcerias, incluindo o portal mineiro Uai (do jornal O Estado de Minas), que hoje hospeda as notícias do site.

A equipe do Drops de Jogos agradece o privilégio de ter contado com a visão jornalística e a percepção de mercado na criação deste projeto que já ultrapassou cinco anos de produção ininterrupta de conteúdos e presta esta singela homenagem ao homem que foi o disparador de nossas realizações.

x.x.x.

Moacyr Alves, sobre o papel de Dimenstein na fundação do Drops:

“O site surgiu de uma premissa do Gilberto e do Paulo Rigazzi, de uma parceria. Sentimos muito a perda dele hoje”.

Pedro Zambarda, editor-chefe do Drops de Jogos, sobre o falecimento de Dimenstein:

“Já conhecia o Catraca Livre de antes, por ser um grande portal de serviços gratuitos. Por meio da parceria e da criação do Drops de Jogos, tive um contato maior com a equipe do Gilberto. Fora do DJ, o Gilberto Dimenstein também conversou comigo em diferentes ocasiões sobre reportagens que estávamos fazendo. O Gilberto era um profissional combativo, envolvido com causas sociais, acessível e ajudou bastante o site que hoje edito numa etapa inicial. Deu-nos um alcance que não teríamos e que hoje possibilitou as diferentes parcerias que mantiveram vivo o jornalismo do Drops de Jogos nesses últimos anos”.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.