Activision lança personagens especiais de Skylanders para campanha mundial de conscientização do Autismo

A iniciativa da empresa vai além dos brinquedos, com doações para organizações sem fins lucrativos relacionados ao autismo e esclarecimentos aos funcionários.

  • por em 1 de março de 2016

A Activision está lançando dois personagens especiais de seu jogo Skylanders para auxiliar na campanha mundial de conscientização sobre o Autismo. A campanha global Light It Up Blue, idealizada pela ONU em 2007 e apoiada pela organização norte americana Autism Speaks, realiza anualmente o Dia Mundial de Conscientização do Autismo. Este ano, a organização conta com a parceria da Activision, que apresenta os novos heróis azuis, já disponíveis nos EUA e Europa.

Além dos personagens Splat e Trigger Happy, fazem parte da linha Blue Power (em homenagem à cor do movimento) os veículos Splatter Splasher e Gold Rusher. "Não poderíamos estar mais felizes [com a iniciativa]", disse em um comunicado o vice-presidente da Autism Speaks, Peter Morton.

"Desde a estréia da franquia, temos ouvido dos pais que Skylanders desempenha um papel especial na vida dos seus filhos no espectro do autismo", afirmou Josh Taub, executivo da marca Skylanders, da Activision. "Toda a equipe Skylanders estava tremendamente comprometida e orgulhosa de trazer estes brinquedos especiais à vida", ressaltou. "Se isso puder colocar um sorriso no rosto de uma criança, então sabemos que fizemos nosso trabalho direito", concluiu.

A iniciativa da empresa vai além dos lançamentos apresentados e seguem um intenso programa de doações para organizações sem fins lucrativos relacionados ao autismo e esclarecimento aos funcionários sobre o assunto. O Dia Mundial de Conscientização do Autismo acontecerá em 2 de abril e contará com o evento Autism Speaks Walk, no Rose Bowl, em Pasadena, no estado da Califórnia.

O Brasil também integra a agenda do evento mundial, com a participação de várias instituições envolvidas com o autismo no país.

Acompanhe Drops de Jogos no Facebook e no Twitter.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Categorias:
Cultura