Análise: Skull Face “não existe” em Metal Gear Solid V? O enigmático trailer de Phantom Pain na E3 2015

A Konami não fez uma apresentação formal na E3 2015, mas liberou um trailer sombrio sobre um dos seus lançamentos mais esperados no ano. Metal Gear Solid V: The Phantom Pain chega no dia 1º de setembro com um enredo complexo que promete unir a história entre Big Boss e o herói Solid Snake, seu clone. A gravação mostra o vilão de Ground Zeroes, a introdução do game, contando sobre sua história. Skull Face fala que foi criado em uma pequena vila e foi forçado a se adaptar diante de soldados. O aparente monólogo é sobre linguagem.

Foto: Divulgação/Konami

Há detalhes sutis no trailer que passam despercebidos por quem não é tão fã da franquia Metal Gear.

A voz do ator de Skull Face (James Horan) muda em determinados momentos para a de Big Boss (Kiefer Sutherland) e Kaz Miller (Robin Atkin Downes). Mas algo realmente bizarro acontece no momento 4min40 do vídeo. Boss está na frente da Metal Gear diante de Ocelot e de seus mercenários da Diamond Dogs. A câmera dá um panorama ao redor e não há ninguém atrás dele. Conforme a câmera anda, Skull Face surge atrás de Big Boss.

Skull Face existe?

É preciso lembrar que um dos trailers mais antigos de MGSV: The Phantom Pain fala de uma tropa cujo nome é "those who doesn't exist". Ou seja, será que há realmente pessoas que vemos e não estão na realidade dentro do game?

Há outras especulações que apontam que o jovem com máscara de ar e cabelos vermelhos seja Psycho Mantis, o homem de poderes mentais da tropa de Liquid Snake. Espera-se que talvez Decoy Octopus, o mestre dos disfarces, esteja no jogo. Kaz e Big Boss enfrentarão Cipher, que na verdade é Major Zero, o líder dos Patriots. Mas há muita história entre todos os personagens apresentados.

Outro detalhe é que o nome Phantom Pain vem de um tratamento psicológico com vítimas de amputamentos de órgãos. A pessoa traumatizada é submetida a um espelho para diminuir a dor do órgão que foi removido. Certas propagandas de Ground Zeroes brincaram com o espelho deste tipo de tratamento. O próprio XOF de Skull Face seria a tropa FOX, de Zero, com o nome espelhado.

Fica cada vez mais nítido que talvez o vilão de Big Boss em Omega Island talvez não exista.

Um aspecto claro do trailer divulgado pela Konami, e menos sutil, é que o game de mundo aberto de Hideo Kojima lidará com a transformação de Big Boss em um vilão, em um "demônio de um chifre". Outra mensagem clara, mais próxima do fim do trailer, evidencia que o projeto Les Efant Terrible estará no novo game. Ou seja, os gêmeos Liquid e Solid Snake estarão ainda crianças no enredo.

No entanto, com tantos indícios de que talvez o jogo trate de personagens que não existem exatamente no mundo real, será que os jogadores terão que lidar com a transformação psicológica do protagonista em um vilão?

O que realmente aconteceu no prólogo Ground Zeroes? Pelas pistas dadas por Kojima, muitas coisas ficam em dúvida. E tudo mostra que este é realmente o último Metal Gear da série clássica.

Setembro, ao que tudo indica, promete.

Atualizado em 28 de setembro: Leia a continuação desta análise aqui.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Categorias:
Cultura