Câmara dos Deputados pode separar games e jogos de azar na legislação brasileira

Jogos de habilidade e games estão associados aos jogos de azar desde a primeira metade do século XX.

  • por em 30 de março de 2016
Imagem: Casino Games

A Câmara dos Deputados em Brasília está discutindo na tarde desta quarta, dia 30 de março, a possibilidade de sepação entre jogos de habilidade e os jogos de azar. O Projeto de Lei PL442/91, que estabelece o Marco Regulatório dos Jogos no Brasil, de autoria do deputado Renato Vianna, do PMDB de Santa Catarina, pretende tratar das particularidades dos jogos de habilidade como Poker e jogos de cartas, e punir os jogos de azar, como o tradicionail "jogo do bicho".

O encontro, realizado em forma de Audiência Pública, conta com a presença de representantes destas categorias de jogos e também inclui na pauta outras formas de entretenimento como sinuca, damas, xadrez e games, com destaque para os eSports. Os jogos de habilidade e, mais especificamente, os jogos eletrônicos, tiveram sua imagem associada aos jogos de azar desde a década de 1930 no Brasil. Esta aproximação se deu por conta da importação dos primeiros arcades e máquinas de fliperama, que chegavam ao país junto com lotes de máquinas de cassino e caça-níqueis, antes da proibição dos jogos em todo o território nacional

Fãs e jogadores podem se manifestar por meio da hashtag #jogosdehabilidade no Twitter e outras redes sociais.

Acompanhe Drops de Jogos no Facebook e no Twitter.

Fonte: Portal da Câmara dos DeputadosESPN

 

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Categorias:
Cultura