Curso ensinará introdução à lógica de programação de TI e Games para jovens negros e de baixa renda em SP

A iniciativa é digna de reconhecimento pela atenção aos menos favorecidos.

  • por em 22 de junho de 2018

O professosr Gilberto "Tensai" Ataide Faria, Mestre em Design Digital e Tecnologias Inteligentes e graduado em Tecnologia de Mídias Digitais pela PUC de São Paulo, está abrindo vagas para o Afrobit, curso de introdução a lógica de programação para jovens negros e/ou de baixa renda, na Zona Sul de São Paulo. A oportunidde imperdível é fruto das reflexões do acadêmico, que percebe a falta de opções para pessoas nestas condições que não encontram perspectivas no desenvolvimento de sistemas e jogos digitais.

"Normalmente é percebido entre os jovens do 3º setor (em sua maioria negros) que vão começar a pensar em uma carreira, a carência de um conhecimento da área tecnológica, fazendo com que boa parte siga por ramos mais conhecidos como Medicina ou Administração e não cogitem ramos que envolvam a programação como Jogos, TI, desenvolvimento de Aplicativos para celular etc", comentou o docente, em bate papo com o Drops de Jogos.

Tensai, como é conhecido, é também Especialista em interfaces de design para web e dispositivos móveis, e informa que a proposta não conta com qualquer incentivo governamental ou apoio empresarial. "Por enquanto, é sem apoio, mas estou conversando com possíveis parceiros", explicou.

A iniciativa é digna de reconhecimento pela atenção aos menos favorecidos e tem tudo para crescer, ensinando jovens a enveredarem pelo desenvolvimento de games e soluções com programação para informática e meios digitais. 

O curso acontecerá entre os dias 9 a 20 de julho na ONG Gotas de Flor. Segundo o idealizador, a proposta deve contar com uma nova edição no perído de férias. 

Os interessados devem entrar em contato pelo email afrobittt@gmail.com para informações sobre as vagas.

Acompanhe Drops de Jogos no Facebook e no Twitter.
Clique aqui e assine nosso canal no YouTube

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Categorias:
Cultura