Desenvolvedor do game Cangaço, de Teresina, Piauí, é indicado para conduzir a Tocha Olímpica

Desenvolvedor de games Wan Souza, lead designer do projeto Cangaço, recebe a honraria de conduzir símbolo das Olimpíadas de 2016.

  • por em 25 de setembro de 2015
Imagem: SporTv - Rede Globo

Produzir um game não é das tarefas mais fáceis de realizar, especialmente quando a produção se raliza em um ambiente distante como o estado do Piauí, no extremo norte do país. Lá, a Sertão Games vem desenvolvendo Cangaço, jogo digital que retrata o período histórico das disputas entre os cangaceiros liderados por Lampião e a mílicia local. Agora, como um reconhecimento pela produção do estúdio, Wan Souza, lead designer do projeto, acaba de ser indicado para receber a honra de carregar a Tocha Olímpica, símbolo da fraterinidade universal por meio dos jogos que se realizarão no Brasil em 2016.

Wan conversou por telefone com o Drops de Jogos e explicou como se deu essa aproximação: "A [empresa automobilística] Nissan criou o projeto Quem se atreve, por meio do qual as pessoas interessadas em carregar a Tocha Olímpica podem cadastrar a sua história e concorrer". Diferente do procedimento exigido, no entanto, o desenvolvedor conta que, em pesquisa realizada em busca de "pessoas que se atrevem a fazer algo diferente", os representantes da campanha chegaram até a Sertão Games e o jogo em desenvolvimento. "Disseram que a produção do game era uma coisa muito bacana e demonstrava esse espírito de tentar realizar algo diferente", contou o game designer. "A partir daí, sugeriram a nossa participação", relatou.

Wan esclacere que não há confirmação de participação efetiva no transporte da Tocha Olímpica, visto que a promoção continua com as inscrições abertas, mas que é inegável a sensação da equipe com o reconhecimento da produção do game. "É bacana, porque estamos retratando traços da nossa cultura por meio do game e essa ação demonstra o recohecimento de nosso trabalho, que se utiliza de elementos históricos e culturais de nossa região", afirmou.

O game, que continua em produção, conta com vasta pesquisa sobre a cultura do cangaço, as histórias e folclore desse momento marcante no país e vem sendo produzido com tecnologia 3D e a produção de texturas e coloridos feitos à mão com a tradicional técnica de lápis de cor. "O processo que a gente escolheu fazer é mais elaborado, envolvendo uma arte híbrida com o 3D e elementos analógicos, semelhante ao que era feito na época do cangaço", explicou. "Os utensílios e as roupas de couro eram todas artesanais, feitas pelos próprios cangaceiros", comentou o artista.

Se a Tocha Olímpica chegar às mãos da equipe da Sertão Games, o comitê olímpico certamente estará dando importante contribuição para o resgate das tradicões culturais do país e dando significativo aval às perspectivas futuras com o desenvolvimento de criações digitais híbridas, como o game Cangaço.

Acompanhe Drops de Jogos no Facebook e no Twitter.

Via SporTv

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Categorias:
Cultura