Futebol e eSports podem avançar com streaming e outras inovações

Avançando

Veja o controle

Controle. Foto: Unsplash

Quando se fala em disrupção e inovação muitas vezes as histórias são protagonizadas por ideias e costumes que são deixados para trás para novas coisas que enterram esses hábitos antiquados. No caso dos e-sports, o crescimento vertiginoso dos esportes eletrônicos não irá matar o futebol, muito pelo contrário: os dois crescerão juntos.

Aos poucos a tecnologia chega ao futebol nas mais diversas formas. O VAR ajuda os árbitros a reduzir os erros sempre tão polêmicos. Com a internet é possível que, por exemplo, você faça apostas desportivas na sportsbet.io, use bitcoins para saques e depósitos na plataforma e até veja os jogos no streaming oferecido no site ou app.

As apostas esportivas, aliás, são uma excelente forma de monetizar mercados e ideias, com a própria Sportsbet sendo a parceira do São Paulo Futebol Clube ao mesmo tempo que dá um grande espaço para os esportes virtuais e os e-sports.

As competições de e-sports são gigantes e um dos games mais populares é o FIFA e o antigo PES, agora eFootball. Ambos têm torneios de grande peso, premiações consideráveis e equipes e atletas profissionais que se preparam de forma dedicada e criteriosa para dar seu melhor nos embates.

Há mais espaço para crescimento nesse cenário? De forma resumida, sim.

A união de todas as forças

As criptomoedas são uma aliada para as plataformas digitais, sites e serviços na internet porque além de serem supranacionais também permitem negociações rápidas e seguras de qualquer lugar. O Bitcoin é a mais famosa delas, sendo altamente difundida pelo mundo e com um valor que explodiu nos últimos anos.

Um site como o Sportbet.io já dá um aperitivo desse futuro, possibilitando o uso de bitcoin e outras moedas virtuais para fazer um depósito. Depois disso os jogadores podem palpitar na partida que deseja e tirar seus ganhos também em criptomoedas.

Mas um ponto muito forte é que as plataformas também estão se abrindo para os e-sports, inclusive podendo apostar quem vencerá o próximo torneio de FIFA, como será o jogo de eFootball ou até quem fará o gol na próxima partida.

Os e-sports só crescerão

Enquanto diversos esportes e ligas ao redor do mundo tiveram que parar e alterar bastante seu funcionamento, inclusive voltando, mas sem público e o mesmo clima de outrora, os e-sports continuam com tudo e crescendo em ritmo alucinante.

Com os mais jovens imersos nas lutas, batalhas na guerra, campos de futebol virtuais e vários outros cenários que a imaginação permite criar no mundo digital, é questão de tempo para os e-sports terem o mesmo espaço e retorno que esportes tradicionais como tênis, basquete e vôlei e começar uma briga boa com o futebol pelas mentes dos fãs.

Mas por sua natureza complementar, é possível perfeitamente gostar de futebol e também de controlar o Neymar no videogame e assistir uma competição com os melhores jogadores de FIFA do mundo. E o futebol, esporte assistido por bilhões de pessoas no mundo, também pode continuar sendo o mais popular do planeta ao ser transmitido por novas plataformas, de formas inéditas e cada vez mais em diferentes telas e sistemas.

Não à toa os clubes de maior visão entraram com tudo no mundo dos e-sports, formando equipes bem treinadas e com estrutura para disputar todo tipo de competição, não só as que envolvem games de futebol. O Corinthians, por exemplo, é campeão mundial de Free Fire.

Conclusão

Com a união de apostas, streaming e chat com interações ao vivo, o futuro de como vemos os jogos de futebol, as competições de e-sports e qualquer evento esportivo na verdade mudará bastante do que estamos acostumados a ver: todos grudados no mesmo canal e sendo espectadores passivos.

As plataformas cada vez mais potentes permitirão que os espectadores tenham voz mais ativa, possam apoiar de forma direta o conteúdo que mais gostam usando criptomoedas e assistindo do celular, no computador, em uma smart TV ou qualquer outro lugar que desejarem. E o futebol, como esporte mais popular do mundo, está bem posicionado para usar o melhor da tecnologia para isso.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments