Jogos são mais eficazes que provas para mensurar o aprendizado, afirma especialista do MIT

"Jogos digitais são ambientes simulados e microcosmos", explicou a educadora.

  • por em 12 de maio de 2019
Imagem: divulgação

A pesquisadora norte americana Jennifer Groff, especialista em educação pelo MIT e diretora pedagógica da rede de escolas Lumiar, afirmou que os são mais efetivos para a avaliação do aprendizado do que as avaliações tradicionais.

A profisisonal defende que os ambientes digitais são as formas mais adequadas para mensurar competências como colaboração, resolução de problemas e pensamento sistêmico. 

"Essas competências que priorizamos hoje não são sobre o conhecimento de algo, mas preferencialmente como você aplica suas habilidades em um domínio específico, em um contexto real", explica a pesquisadora. "Como os jogos digitais são ambientes simulados e microcosmos, eles funcionam como um rico contexto para que os estudantes usem habilidades e competências. E, como são ambientes digitais, eles nos possibilitam coletar dados sobre as aptidões demonstradas. É um processo de mensuração de aprendizado mais efetivo do que uma prova."

Groff afirma que existem muitos jogos excelentes capazes de ajudar a aplicar grande parte do currículo escolar, a exemplo de Civilization ou Diplomacy, entre outros. "Como são ambientes imersivos intimamente relacionados com contextos do mundo real, eles refletem de modo mais acurado problemas reais e, consequentemente, mensuram com mais precisão a forma de aplicação das habilidades e conhecimentos dos estudantes", observa a profssional, em entrevista ao jornal O Estado de São Paulo. "os jogos digitais são dinâmicos e responsivos, capazes de coletar dados sobre o aprendizado de forma mais holística e de um modo contínuo.", analisou, durante a conversa.

Fonte: Estadão

Acompanhe Drops de Jogos no Facebook e no Twitter.
Clique aqui e assine nosso canal no YouTube 

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Categorias:
Cultura