Conheça qual o país considerado o “ninho” dos pro players

Se você tem curiosidade sobre qual país possui o maior número de pro players, confira essa pesquisa da Betway.

Pixabay

Pixabay

A paixão por eSportes é algo explícito em milhares de pessoas pelo mundo afora, seja no campo do lazer ou na modalidade profissional. Essa carreira é formada pelos conhecidos pro players, onde monstros das competições mostram seus talentos.

Bombando nas redes sociais, essas celebridades quase sempre dão um verdadeiro show de técnicas e vocação. O fato é que embora extremamente populares, alguns gamers ainda ficam no anonimato quanto a sua nacionalidade.

Existem vários pro players que são considerados favoritos na opinião da galera, mas o fato é que nem sempre sabemos a nacionalidade dessas feras. Pensando nisso, a Betway, site de bets e-Sports, desenvolveu uma pesquisa esclarecedora sobre a nacionalidade dos principais pro players da atualidade.

A análise abordou o tema da nacionalidade dos pro players em atividade na modalidade LOL, DotA, VALORANTE CS:GO.  A abordagem irá demonstrar que nem sempre os apaixonados por eSportes conhecem a nacionalidade do seu pro player predileto.

CS, brasileiros ocupam o topo entre os top 3 da modalidade

O destaque do cenário eSports é o CS, com maior número de jogadores profissionais. O detalhe é que o Brasil contribuiu para alcançar essa colocação.

Sim, existem muitos brasileiros que são protagonistas desse cenário e marcam presença na modalidade.

Isso prova que embora a profissionalização no eSporte tenha ocorrido de forma tardia no Brasil, a carreira pode ser promissora e existem muitos interessados em se dedicar a profissão.

Sabe-se que a pouco tempo atrás os eSportes ainda não eram considerados uma modalidade esportiva, nessa época que o jogo CS marcaram a geração e o iniciou uma nova era no eSports. Para entender como isso ocorreu, vamos falar um pouco da trajetória.

Para os jogadores que curtem CS: Go, é comum saber que muitos jogam First Person Shooter da Vale, no antigo  CS 1.6 e isso ocorre desde 2003. Foi apenas em 2013 que ocorreu o primeiro campeonato oficial listado da categoria.

Na época, o total da premiação chegou a US $250 mil. Foi uma vitória histórica da europeia Fnatic, ao vencer a sueca Ninjas in Pyjamas.

Essas competições já duram quase 20 anos, e o destaque fica com o CS por ser um marco no início da era dos eSportes. Foi o grande propulsor quando o esporte não era levado a sério e ainda não era considerado modalidade esportiva.

CS: GO conheça o Top 3

A grande surpresa é que o destaque mundial em relação ao número de jogadores é a Suécia, com 328 profissionais na área. Prova disso é que desde a DreamHack em 2013, os suecos já demonstravam sua paixão pelo jogo.

Metade dos profissionais da área estão no continente europeu, em segundo lugar a América, EUA especificamente, vamos citar os destaques EliGE, Stewie 2K e nitr0. Esses feras estão entre os 212 pro players.

O Brasil conta com nada menos do que FalleN, ART, TACO, FER, KS CERATO, fnx, Olga, HEN1, AMD, Boltz. Esses entre outros atletas brasileiros auxiliaram o processo de crescimento da modalidade esportiva no país.

Entre eles, um se sobressai ao conseguir popularizar os eSportes ainda mais. O grande responsável foi FalleN, pois além de integrar a fatia entre os 212 pro players ele serviu de inspiração para os colegas de profissão.

O Brasil ficou com o bronze na colocação, com uma pequena diferença de 16 jogadores profissionais. E caso o CS continue nessa crescente entre os brasileiros, provavelmente alcançaremos o segundo lugar entre os top.

O fato é que com a consolidação do cenário dos eSportes a tendência é que o número de pro players avance. Outro fator positivo para o setor é a criação de novas competições oficiais de outras modalidades e com isso cada vez mais surgimento de profissionais dos esportes eletrônicos.

Com cenário cada vez mais promissor e muito positivo, é cada vez maior o número de interessados na carreira. Isso porque o eSporte alcançou o mix perfeito entre modalidades cada vez mais sólidas, ampliações de estrutura e aumento de investimento.

Portanto, independente da nacionalidade, a profissão do momento sem dúvidas é a de pro player e com esse cenário o crescimento do setor será apenas uma consequência.

E você já pensou em representar o seu país em alguma competição gamer? Mostre seu talento!

Pixabay

Pixabay

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments