Para presidente do Comitê Olímpico, games não são uma expressão civilizada de combate

Em evento, o esportista classificou os games como "jogos de matar".

  • por em 6 de setembro de 2018

O presidente do COI, Comitê Olímpico Internacional, Thomas Bach, afirmou que os games podem ficar definitivamente fora dos esportes olímpicos. Em sua opinião, os games são "jogos de matar" e promovem a violência e descriminação.

"Não podemos ter no programa Olímpico um jogo que que promove a violência ou descriminação," afirmou, em entrevista ao Associated Press, na Indonésia. "Esses jogos de matar, sob o nosso ponto de vista, são contrários aos valores Olímpicos e por isso não podem ser aceitos", destacou.

"Certamente, todos os esportes de combate têm a sua origem em lutas reais entre as pessoas. Mas o esporte é a expressão civilizada disto. Se existem jogos sobre matar alguém, isso não podem estar alinhado aos nossos valores Olímpicos", declarou, ao final dos Asian Games, em 2 de setembro.

Acompanhe Drops de Jogos no Facebook e no Twitter.
Clique aqui e assine nosso canal no YouTube 

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Categorias:
Cultura