Pikachu mantém a pronúncia, apesar de mudança na grafia, diz Nintendo de Hong Kong

A empresa formalizou um pedido de desculpas e afirmou que jamais quis limitar a pronúncia do nome.

  • por em 7 de junho de 2016
Imagem: SBS Pop Asia

Há poucos dias, o protesto de fãs contra a mudança de nome do monstrinho Pikachu na China, ganhou as manchetes do mundo. A situação aparentemente forçou a Nintendo a se pronunciar sobre o problema, vindo a público apresentar esclarecimentos.

A divisão da empresa em Hong Kong emitiu um comunicado assinado em pareria com a The Pokémon Company. Na declaração, a empresa afirma que o nome do querido personagem deve permanecer Pikachu e não "Pei-Kaa-jau", como sugere a mudança na tradução.

"Além disso, a Nintendo nunca teve a intenção de restringir a pronúncia [até então vigente] do nome. Em vez disso, eles só querem uma tradução uniforme para a esfera chinesa, de modo que possa ser comunicada através das barreiras linguísticas", informou a notícia veiculada pelo site Nintendo Everything.

"Não demos explicações detalhadas, à época, causando graves reações negativas. Pedimos sinceras desculpas por termos causado esse inconveniente", diz a tradução da nota à imprensa. "Sempre que o nome 「皮卡丘」 aparecer no marketing e em materiais promocionais, será utilizada a pronúncia 'Pikachu'", destacou o texto.

Tendo em vista o vasto potencial econômico do mercado chinês e a devoção do público à franquia Pokémon, não causa surpresa que a empresa tenha tentado atenuar a questão, que envolve fortes aspectos culturais em relação à tradição local e os costumes do povo com a diferença entre os idiomas mandarim e cantonês.

Acompanhe Drops de Jogos no Facebook e no Twitter.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Categorias:
Cultura