Quebrando paradigmas, Anita Sarkeesian figura entre as 100 pessoas mais influentes da Time Magazine

Ativista que luta contra o preconceito misógeno no âmbito dos games, feminista foi alvo de ameaças.

  • por em 16 de abril de 2015

A jovem ativista Anita Sarkeesian, que mantém uma campanha intensa na rede contra o preconceito e a misoginia ainda vigentes no universo dos games acaba de ser nomeada uma das 100 pessoas mais influentes de 2015 no ranking da revista Time, lista de personalidades apresentada anualmente desde 1999, destacando personalidades como Steve Jobs, Bill Gates, Lady Gaga e Lula, entre outros.

Na página Feminist Frequency, Anita agradeceu a indicação, apreciando "a honra de ser incluída na [lista] TIME 100". "É gratificante ver o trabalho educativo de crítica da mídia do Feminist Frequency ser reconhecido desta forma".

Anita afirmou ainda que sua série de vídeos sobre a representação das mulheres em jogos de vídeo está começando a ter um impacto tangível sobre a indústria de games em geral. "Esta homenagem também destaca a importância da crítica cultural e da mídia na promoção da eqüidade de gênero", salientou.

Anita foi alvo de intensa perseguição na rede por conta de seu contundente posicionamento social e político contra o sexismo exacerbado ainda perceptível em muitas produções de games, que desvalorizam e vulgarizam a figura feminina. O auge dos problemas aconteceu durante o Gamer Gate, evento que causou grande impacto no meio e levou muitos jogadores e a mídia especializada a refletir sobre suas posturas e opiniões.

 

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Categorias:
Cultura