“O Sebrae também está na favela”, diz Décio Lima, presidente da entidade, ao Drops de Jogos

Trecho da entrevista exclusiva dada a nós

Décio Lima. Foto: Divulgação

Décio Lima. Foto: Divulgação

Por Pedro Zambarda, editor-chefe.

Décio Lima, presidente do Sebrae Nacional, concedeu uma entrevista exclusiva ao Drops de Jogos no começo de dezembro. Publicamos agora trechos desta entrevista com o representantes do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas, que preside a organização desde 10 de abril de 2023.

Drops de Jogos: O senhor consegue elencar quais são as ações do Sebrae com videogames hoje e quais são as iniciativas futuras?

Décio Lima: Agora, em dezembro, nós vamos lançar uma estratégia de atuação unificada para todo o sistema Sebrae voltada a esse setor. A estratégia prevê várias ações para não somente fomentar, mas capacitar esses empreendedores em gestão de negócios e para que os estados estejam preparados para atendê-los da forma como eles merecem.

Temos também a perspectiva de estarmos presentes no Gamescom 2024, que será sediado no Brasil pela primeira vez.

Além disso, o Polo de Economia Criativa do Sebrae, sediado em São Paulo, vai contar com um comitê consultivo específico para o setor de jogos.

Teremos aí, em 2024, várias ações na geração de conhecimento, voltado para games.

DJ: Em um artigo na Exame, o senhor diz que enxerga “potencial empreendedor” na favela. Como correlacionar a criação de pequenas empresas com as condições da periferia?

DL: Nós acreditamos que, com o devido apoio, as MPE brasileiras podem contribuir com a emancipação econômica de milhões de pessoas. Nos últimos anos, os pequenos negócios têm sido os responsáveis por manter o nível de empregos gerando mais de 7 em cada 10 postos de trabalho.

As favelas ou as periferias reúnem boa parte da população brasileira. Uma população de enorme diversidade cultural, com grande criatividade e com capacidade de movimentar recursos financeiros, além de potencial econômico e social incalculáveis.

As favelas são espaços onde vivem famílias, crianças, trabalhadoras e trabalhadores. Um local onde o Sebrae também está, pois há um grande potencial empreendedor que precisa do apoio institucional, seja por meio de capacitações ou parcerias.

A favela é lugar de gente, lugar de vida. Sim, há dificuldades, é verdade, mas são também espaços de expressão de resistência, de pessoas fortes, que criam seus filhos e conduzem suas famílias, na maioria dos casos, em ambiente de amor.

Atento a essa realidade, o Sebrae vem construindo um amplo programa de desenvolvimento territorial que contempla – como uma das estratégias centrais – a Inclusão Produtiva.

Ao todo, 15 estados estão sendo acompanhados pela instituição para a formulação de um programa-piloto de ações voltadas à inclusão de pessoas em situação de vulnerabilidade no mundo do trabalho, seja pela via do emprego formal, seja pela via do empreendedorismo.

LEIA MAIS

1 – Primeiras impressões do FC 24, o FIFA sem nome FIFA. Por Pedro Zambarda

2 – Armored Core VI: Fires of Rubicon, uma resenha. Por Pedro e Paulo Zambarda de Araújo

Décio Lima. Foto: Divulgação

Décio Lima. Foto: Divulgação

LEIA MAIS NO DROPS DE JOGOS

Veja os vídeos da semana acima.

Conheça mais sobre o trabalho do Drops de Jogos acima.

Veja mais sobre a Geek Conteúdo, a produtora da Rádio Geek, parceira do Drops de Jogos.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments