Silvio Almeida inclui entidade que defendeu Marco Legal dos Games sem fantasy no enfrentamento ao discurso de ódio

Ministro dos Direitos Humanos fez balanço de ações no primeiro ano do governo Lula em um novo relatório

Silvio Almeida e Lula. Foto: Sergio Lima/AFP

Silvio Almeida e Lula. Foto: Sergio Lima/AFP

Ministro Silvio Almeida incluiu neste mês uma entidade que defendeu Marco Legal dos Games sem fantasy para enfrentar discurso de ódio no relatório da pasta de Direitos Humanos e Cidadania do governo Lula no primeiro ano. O Instituto Alana, de defesa do direito das crianças, se posicionou publicamente contra a inclusão dos fantasy games, apostas disfarçadas, no PL 2796.

Você pode ler o relatório completo aqui ou abaixo.

Consta no documento, página 97: “Cooperação técnica com o Instituto Alana para o desenvolvimento de um Plano de Atenção à Saúde Mental de crianças e adolescentes, com foco na proteção nos ambientes digitais”.

No relatório do MDHC, a pasta teve um investimento total de quase R$ 300 milhões neste primeiro ano para investir no combate ao extremismo, visita aos presídios, apoio na defesa dos povos originários, entre outras ações. Silvio Almeida me concedeu uma entrevista exclusiva no Diário do Centro do Mundo sobre estes e outros assuntos.

Você pode lê-la no DCM aqui.

LEIA MAIS

1 – Primeiras impressões do FC 24, o FIFA sem nome FIFA. Por Pedro Zambarda

2 – Armored Core VI: Fires of Rubicon, uma resenha. Por Pedro e Paulo Zambarda de Araújo

Silvio Almeida e Lula. Foto: Sergio Lima/AFP

Silvio Almeida e Lula. Foto: Sergio Lima/AFP

LEIA MAIS NO DROPS DE JOGOS

Veja os vídeos da semana acima.

Conheça mais sobre o trabalho do Drops de Jogos acima.

Veja mais sobre a Geek Conteúdo, a produtora da Rádio Geek, parceira do Drops de Jogos.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments