Gamer Cósmico, uma resenha. Por Paulo Zambarda de Araújo

O Gamer Cósmico tem olhos para o passado e para o futuro dos games

Gamer Cósmico. Foto: Divulgação

A minha oportunidade para testar o Gamer Cósmico IA01 foi a oportunidade de testar jogos de última geração em uma máquina de última geração. Além das especificações técnicas e uma análise da sua a performance, quero falar da minha experiência com realidade virtual e como isso foi importante para mim.

Gamer Cósmico. Foto: Divulgação

Antes de mais nada, um grande agradecimento à DATEN que providenciou o transporte da máquina e nos permitiu o período de testes. Confira abaixo a configuração do desktop:

Gamer Cósmico. Foto: Divulgação
  • Intel i7 9700K Coffee Lake Refresh*
  • NVIDIA GForce RTX 2060, 1920 Núcleos NVIDIA CUDA, Clock 1365 MHz (1680 MHz Turbo), 6GB GDDR6 de 14 Gbps
  • 16GB DDR4 de 2666MHz
  • SSD de 256GB SATA3/M.2
  • HD de 1TB SATA3 6.0Gb/s

*O processador disponível na compra do Gamer Cósmico IA01 é o Intel Core I9-9900, 9ª Geração, 8 Núcleos, 16 Threads, Clock 3.10 GHz (5.00 GHz Turbo), 16MB Cache L3.

Confira a seguir as saídas disponíveis no desktop:

Gamer Cósmico. Foto: Divulgação

No topo e na frente da máquina

  • 1 entrada USB 2.0
  • 2 entradas USB 3.0
  • Conector para fone de ouvido e microfone
  • Botão para ligar e desligar
  • Botão para controlar display colorido RGB
  • 3 Fans com display iluminado RGB
  • Na traseira da máquina
  • Conector para cabo de alimentação
  • Slots para expansão
  • FAN RGB opcional
  • PS/2 para mouse e teclado
  • Display port 1.2
  • LAN RJ-45 Port (Intel I211AT)
  • LAN RJ-45 Port (Intel I219V)
  • Central/Bass (Orange)
  • Rear speaker (Black)
  • Line In (Light Blue)
  • Front Speaker (Lime)
  • Microfone (Pink)
  • Port Optico SPDIF Out
  • Entrada USB 3.1 Gen2 Type-A (USB31_TA_3)
  • Entrada USB 3.1 Gen2 Type-C (USB31_TC_1)
  • Entrada USB 3.1 Gen2 Type-A (USB31_TA_12)
  • Entrada USB 3.1 Gen1 (USB3_3_4)
  • Entrada USB 3.1 Gen1 (USB3_12)
  • Entrada para antena
  • Botão Clear CMOS
  • Entrada HDMI

Vamos aos fatos: em tempos de pandemia, investir em um PC gamer pode ser pesado para o orçamento. Uma configuração boa o suficiente para rodar jogos da atualidade com qualidade razoável não sai por menos de 3 mil reais, fácil. Dito isso, a DATEN faz questão de facilitar a vida de gamer brasileiro oferecendo configurações variadas, com garantias e atendimento à mão de quem precisa estar com uma máquina zero-bala para transmitir games, ilustrar, animar ou editar de forma rápida e eficiente.

Para preservar performance é necessário fazer uma manutenção frequente. Com isso em mente, o vidro temperado que protege os conteúdos do gabinete do Gamer Cósmico IA01 casa um visual moderno com a facilidade de fazer limpezas e modificações, tal como a substituição de memórias RAM ou da placa de vídeo.

Meu tempo com o Gamer Cósmico IA01 abriu meu olhos para o que podemos esperar do games num futuro próximo. E para entender um pouco melhor o que isso quer dizer, corri primeiro às explicações técnicas da Digital Foundry, site especializado em análise de jogos e hardware, para falar melhor sobre os termos a seguir.

NVIDIA RTX

A placa de vídeo NVIDA RTX 2060 transforma o visual dos jogos que temos atualmente. Nela podemos habilitar o Raytracing em tempo real, um algoritmo de iluminação que otimiza os efeitos da luz sobre superfícies para definir sombras, reflexos e distorções que seriam impossíveis em hardware inferior.

Para conferir o Raytracing em ação, vale a pena conferir comparações feitas a partir de títulos recentes, como Control, Battlefield 5 e Metro Exodus. Além disso, o raytracing também pode ser implementado em jogos antigos para obter um resultado surreal. Clássicos como Minecraft e Quake 2 também se beneficiam dessa tecnologia, e os resultados são versões dos jogos praticamente remasterizadas graças ao grau de fidelidade da iluminação. Confira a demonstração:

Se a revolução da iluminação em jogos não fosse o bastante, uma recente atualização oferecida pela NVIDIA chamada RTX Voice está surpreendendo usuários com uma inteligência artificial focada em remover ruídos indesejáveis de gravações e transmissões. Esses ruídos podem ser de situações comuns como cliques do mouse ou batidas de teclado, ou mesmo situações absurdas, com o barulho de aspiradores e marteladas. Com o RTX Voice, fazer uma reforma em casa enquanto transmite uma partida de CS agora é possível. Confira a demonstração pelo canal de Youtube Short Circuit:

HTC VIVE

Retratação: O HTC Vive atualmente não possui revenda oficial no Brasil, logo não pode ser adquirido pela DATEN como acessório do Gamer Cósmico IA01. Nós do Drops de Jogos tivemos acesso a uma unidade do visor de realidade virtual por meio de empréstimo por amigos do site.

Ainda que o custo de ter um visor de realidade virtual limite ele á atrações de shopping ou feiras de games por um bom tempo, tê-lo junto ao Gamer Cósmico IA01 deixou claro que:

RV será parte da próxima geração de games.

Enquanto os melhores jogos em RV na Steam ainda são complementos de experiências jogadas na TV, como DOOM VFR e Superhot. As coisas mudam de figura quando exclusividades como Boneworks e Half-Life Alyx chegam para alavancar vendas do robusto Valve Index, que por sua vez requer uma máquina igualmente forte.

Drops de Jogos em Half-Life Alyx. Foto: Reprodução

O Brasil está no mapa da RV

Half-Life Alyx. Foto: Reprodução

Tivemos exclusividade para jogar Pixel Ripped 1995, pela desenvolvedora Ana Ribeiro, e usando uma chave cedida pela Arvore Immersive Experiences. Além dele, podemos incluir casos de sucesso como Angest e Jake and Tess: Finding Monsters. Experiências exclusivas para plataformas RV e que foram desenvolvidas do começo ao fim no Brasil.

Bom, e daí? Será que podemos dar suporte para jogos brasileiros mesmo sem ter como comprá-los ou jogá-los? A resposta pode ser um bocado mista já que para isso vamos precisar de mais do que só os jogadores.

Streaming é a nossa realidade

Em 2020 Amnesia: The Dark Descent, faz 10 anos de seu lançamento. Para quem acompanhou o impulso que ele recebeu de influencers como Pewdipie, a explosão em visualizações ajudou Amnesia, assim como muitos outros jogos a descobrir um público engajado, e que passou a consumir mais vídeo game mesmo sem ter o console ou uma cópia do jogo original.

Com RV não é muito diferente. Já temos franquias de sucesso como o terror de Five Nights at Freddy’s. A evolução, jogo após jogo até chegar nas plataformas RV pode ser acompanhada no canal de Markiplier, outro influencer bem sucedido com milhões de espectadores. Chegamos então na parte mais importante…

Acessibilidade é essencial para os games

A repercussão positiva de Half-Life Alyx associada à boa história, jogabilidade frenética ou longa duração se comparada a demais sucessos da RV. Meus elogios, porém, são para a enorme lista de opções para se jogar em pé ou sentado; com os dois controles ou com um só; trazendo interfaces dedicadas para manter o jogador imerso, e também para entreter quem assiste de casa, pelo celular.

Half-Life Alyx. Foto: Reprodução

Half-Life Alyx pode ser pivotal para o futuro dos jogos em RV. Mas enquanto esperamos por mais experiências deste calibre, ter um PCzão capaz de suportar tudo e um pouco mais é uma baita mão na roda.

Half-Life Alyx. Foto: Reprodução

Conclusão

Com preço a partir de R$8.826,00, o Gamer Cósmico IA01 serve um público que está disposto a investir em si mesmo e no futuro dos games. Ele não está aqui para você jogar apenas o que é novidade agora, mas vai te proporcionar tranquilidade e conforto para acompanhar os desdobramentos de todas uma nova geração que está esperando para acontecer.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.