8 etapas de criação de games para auxiliar os desenvolvedores iniciantes, por Jeannie Novak

Jeannie Novak é responsável pelo capítulo Los Angeles da IGDA, compositora de temas musicais e cofundadora de empresas ligadas à produção de games.

  • por em 30 de maio de 2016
Imagem: reprodução

A produtora de games Jeannie Novak, autora do livro Desenvolvimento de Games, elencou em sua obra 8 etapas para a criação de projetos pessoais de jogos digitais. Recentemente, o site Taverna do Desenvolvedor, parceiro do Drops de Jogos, disponibilizou um breve resumo deste conteúdo.

São dicas que podem facilitar o processo de trabalho e esclarecer pontos nem sempre identificados para os novatos na produção de jogos. Confira:

Etapa 1: Conceito
Esta fase inicial ocorre na elaboração da ideia de game, sua funcionalidade básica, o enredo, a viabilidade economica etc. Esta etapa termina quando se toma a decisão de começar a planejar o projeto de jogo.

O ideal, neste ponto, é gerar um documento de conceito de jogo com, no máximo, cinco páginas, que deve conter os seguintes componentes:

Premissa, diferenciais do jogo, perfil do público-alvo, tipo ou gênero do jogo, classificação etária, plataforma-alvo e requisitos de hardware, licenças e autorizações de terceiros, análise de competitividade, objetivos do game e perspectiva de retorno financeiro.

Etapa 2: Pré-produção ou planejamento
Fase com detalhamento do jogo, estilo de arte, plano de produção, level design, mecânicas de jogo etc. Nesta etapa participam programadores, artistas, escritores, designers, produtores e assistentes de produtores.

Segundo Novak, deve-se generalizar uma estrutura considerando os itens: interface do game, habilidade e itens dos personagens, mundo do game e motor (engine) pretendido para a produção.

Etapa 3: Protótipo
O protótipo pode ser produzido em formato digital, em papel ou qualquer outros recurso que apresente a ideia e macânicas pretendidas para o jogo.

Um dos elementos mais importantes do protótipo é ter um feedback, não só da equipe, mas de possíveis interessados no jogo, afirma a autora.

Etapa 4: Produção
Durante a criação do jogo, embora o documento de design esteja concluído, podem ser feitos certos ajustes, bem como o refinamento de mecânicas e outros elementos do jogo.

Nesta etapa, os artistas produzem os mapas e os personagens. Os programadores, por sua vez, codificam as interfaces e adicionam a Inteligência Artificial.

Etapa 5: Alfa
Nesta fase, o game é jogável do início ao fim. Assim, a equipe de qualidade valida o jogo, em todos os módulos, à procura de melhorias e defeitos. Os problemas são registrados em um banco de dados.

Elementos como interface básica, arte, áudio, recursos de multiplayer e outras questões técnicas já devem estar concluídos nessa etapa.

Etapa 6: Beta
Nesta fase, a ênfase está na correção de problemas. São chamados testadores on-line.
Neste momento, devem estar concluídos:

Código, conteúdos, texto em diferentes idiomas, navegação geral, interface do usuário, artes, áudio, manual do game e compatibilidades em geral já devem estar prontos para uso.

Etapa 7: Ouro
Finalizada a fase beta, o game é enviado para a fabricação e distribuição por mídia física ou digital.

Etapa 8: Pós-produção
Após a distribuição são corrigidos os bugs encontrados no game e outros problemas pontuais. Também são disponibilizadas atualizações ou expansões.

O objetivo, neste ponto, é conseguir dar maior longevidade ao jogo.

Além de produzir jogos, Jeannie Novak é responsável pelo capítulo Los Angeles da IGDA, compositora de temas musicais e cofundadora das empresas Novy Unlimited & Indiespace, ligadas à produção de games e soluções multimídia.

Acompanhe Drops de Jogos no Facebook e no Twitter.

Via Taverna do Desenvolvedor

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Categorias:
Indie