ABRAGAMES tem comitiva com cerca de 60 estúdios brasileiros na gamescom

Maior evento de games da Europa terá o Brasil como país homenageado na edição de 2023; delegação nacional também participará da DevCom e, nas duas ocasiões, cumprirá agendas com diversas atividades, incluindo reuniões, rodas de conversas, rodadas de negócios, apresentações de projetos e palestras

ABRAGAMES

ABRAGAMES. Foto: Divulgação

Drops de Jogos recebeu informações oficiais. Abragames lidera comitiva que vai à Alemanha com cerca de 60 estúdios brasileiros de games para participar da gamescom.

LEIA MAIS

1 – Rádio Geek resenha Street Fighter 6 em vídeo

2 – Sangue, Suor e Pixels é o melhor livro sobre história de desenvolvimento de jogos. Por Pedro Zambarda

ABRAGAMES

ABRAGAMES. Foto: Divulgação

Uma comitiva com 57 estúdios brasileiros de desenvolvimento de jogos está prestes a atravessar o Atlântico para levar ao mercado global grandes novidades, experiências e produtos da indústria nacional. Liderada pela Abragames (Associação Brasileira das Desenvolvedoras de Games), por meio do Brazil Games – projeto setorial de exportação realizado pela associação em parceria com a ApexBrasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportação e Investimentos) –, a delegação participará de dois dos principais eventos de games da Europa: a DevCom (Developer Conference), que tem foco no ecossistema de desenvolvedores e acontece de 20 a 22 de agosto, e a gamescom, o maior evento de games do mundo para consumidores e maior plataforma de negócios do setor na Europa, que será realizado entre 23 e 27 de agosto. Ambos os eventos acontecem em Colônia, na Alemanha.

“A viagem deste ano tem um significado muito especial para a indústria brasileira de desenvolvimento de games. Além de contar com a incrível presença de quase 60 estúdios – um crescimento de cerca de 26% em relação ao ano passado –, o Brasil será o grande homenageado da gamescom em reconhecimento ao importante polo de desenvolvimento em que o País tem se transformado”, comemora Rodrigo Terra, presidente da Abragames.

O tributo à indústria nacional de games é fruto de uma parceria liderada pela Abragames com a Associação da Indústria Alemã de Games, também por meio do Brazil GamesCom isso, o país terá grande destaque no pavilhão de exposições da feira em Colônia/Alemanha, participando da cerimônia de abertura, tendo um estande com a presença dos estúdios nacionais e cumprindo uma extensa agenda de compromissos.

Entre outras atividades, estão previstas reuniões, rodas de conversas, rodadas de negócios, apresentações de projetos e palestras. Na devcom o Brasil coordena um painel no dia 22 sobre “Como Fazer Negócios com o Brasil”; participam Rodrigo Terra, presidente da Abragames, Gustavo Steinberg, CEO do BIG Festival, Carolina Caravana, vice-presidente da Abragames, e Fábio Cesnik, da CQS/FV Law Firm. Ainda no dia 22, alguns estúdios brasileiros vão expor seus jogos no Courage Cologne @devcom Developer Night. Esse evento acontecerá das 19h às 23h50.

Já no dia 23, além de um evento de início das atividades da gamescom no próprio estande do Brazil Games, serão realizadas reuniões importantes, como com o Google, e um almoço de networking promovido pelo estado do Rio Grande do Sul. No dia seguinte, o destaque será para o painel “O Poder do Brasil. Reconstruindo o setor audiovisual por meio dos games e da diversidade”, que também terá a participação de Rodrigo Terra e Gustavo Steinberg, além de parceiros como Ricardo Chantilly, da organização não governamental Afrogames; Cláudia Gonçalves, do Ministério da Cultura do Governo Federal, e Eros Silva, da ApexBrasil.

O projeto AfroGames, primeiro e único centro de formação de atletas em e-Sports em favelas, também integrará a delegação brasileira de games e estará com cinco jovens, jogadores profissionais e criadores de conteúdo, na Alemanha, durante a gamescomCom idades entre 18 e 25 anos, Renan Macedo, Márcio Corrêa, Caio Luiz Mendes, Maria Luiza dos Santos e Maria Luiza do Nascimento Santos, moradores de Vigário Geral, Complexo da Maré, e outras comunidades do Rio, foram convidados pela Abragames para participar da edição 2023 do evento, que homenageará o Brasil. Eles mostrarão algumas habilidades e estratégias nos jogos eletrônicos, como League of Legends (LoL), Fortnite, FreeFire e Valorant, apresentarão o projeto do qual fazem parte no Brasil e contarão como a iniciativa mudou suas vidas, contribuindo inclusive para que pudessem ter uma carreira – alguns jovens já desenvolvem programas de jogos e participam de campeonatos internacionais de jogos digitais. No evento, os jovens também participam do Squad TikTok AfroGames, produzindo conteúdo para o TikTok, por pelo menos um ano, com ênfase em diversidade, inclusão e combate à desinformação. Para a ação, eles receberão da plataforma uma bolsa para se desenvolverem enquanto jogadores e criadores de conteúdo.

Entre os jogos que serão exibidos durante a gamescom estão: Horla (Mr. Dev Studio), Cangaceiro (Ignite Game Studio), Midnight Dreams (Extraordinary Games), MATINTA (Eter Games), BlackThorte Keeps – Chronicles (Limiar Studios), Manchester City Freestyle Academy (HERMIT CRAB GAME STUDIO), Tower of Samsara: Hidden Treasures (Ilex Games), O.U.T.T (Ilex Games), Lux Ex: Cyber Initiation (Ilex Games), Chessarama (Minimol Games), Winged (Druzina Content), LAIzy Picture Phone (Canvas Games), Music Rush (Canvas Games), The Light of the Darkness (QUARTOMUNDO) e Gaucho and the Grassland (Epopeia Games).

Após a DevCom e a gamescom, 11 dos estúdios da delegação brasileira embarcam para a Missão Finlândia, uma viagem ao país nórdico que também tem como objetivo gerar novos negócios e dar amplitude aos projetos brasileiros. Em Helsinque, os desenvolvedores terão uma agenda repleta de encontros e reuniões com figuras importantes para o ecossistema local, muito conhecido por grandes empresas de games, especialmente no segmento mobile. A Missão Finlândia é uma realização da Business Finland com o apoio da Abragames.

Os 57 estúdios que fazem parte da comitiva da viagem à Alemanha são:

  1. Aiyra (RJ)
  2. AOCA Game Lab (RS)
  3. ARVORE Immersive Experiences (SP)
  4. Beta2 (RS)
  5. BIG Festival (SP)
  6. Canvas Games (RS)
  7. Clap Clap Games (RS)
  8. Coffeenauts (SP)
  9. Cyan Heart Studio (RE)
  10. Druid (SP)
  11. Druzina Content (RS)
  12. Eldorado Studio (xx)
  13. Epopeia Games (RS)
  14. Eter Games (SP)
  15. EVO Games Studio (RN)
  16. Extraordinary Games (SP)
  17. Flutu Music (SP)
  18. Flux Games (SP)
  19. Fogo Games (SP)
  20. Game Audio Sounds (SP)
  21. Games Dev Hub (RJ)
  22. HAMMER95 (RS)
  23. HERMIT CRAB GAME STUDIO (RS)
  24. Hyper Dive (RS)
  25. Ignite Game Studio (SP)
  26. Ilex Games (SP)
  27. Infinity Green Game Studio (SP)
  28. IzyPlay (RS)
  29. Kokku (PE)
  30. Kreativitas (RS)
  31. Lab Secreto (SP)
  32. Limiar Studios (RJ)
  33. Luski Game Studio (SP)
  34. Mad Mimic Interactive (SP)
  35. Main Leaf (SP)
  36. Memy (SP)
  37. Minimol Games (RJ)
  38. Mr. Dev Studio (RS)
  39. Nuuvem (RJ)
  40. PETIT FABRIK (AM)
  41. PUGA Studios (PE)
  42. Pulsatrix Studios (SP)
  43. QUARTOMUNDO (RJ)
  44. Radioativa Game Sounds (RS)
  45. Rockets Audio (SP)
  46. Rogue Snail (MG)
  47. RoundTable Studio (RS)
  48. Savegame (SP)
  49. Smash Mountain Studio (RJ)
  50. Sorora (RS)
  51. Split Studio (SP)
  52. Tempo Filmes (SP)
  53. Theogames (SP)
  54. The Glitch Factory (DF)
  55. Webcore Games (SP)
  56. White Wolfy (SP)
  57. Yellow Panda Games (SC)

Para mais informações sobre a Abragames, visite o site oficial

Sobre a Abragames

Criada em 2004 por um grupo de empresas de desenvolvimento, a Abragames, Associação Brasileira dos Desenvolvedores de Jogos Digitais, surgiu como uma entidade sem fins lucrativos e com o objetivo de fortalecer a indústria nacional de desenvolvimento de jogos. A missão da Abragames é coordenar, fortalecer e promover a indústria brasileira de jogos digitais através da representação e interlocução do ecossistema nacional e internacional, construindo um entendimento de todos os elementos de nossa cadeia de valor, bem como a promoção de eventos e parcerias que tragam ao estado da arte o desenvolvimento da indústria de jogos no Brasil.

Sobre o Brazil Games

O Projeto Setorial de Exportação Brazil Games é um programa sem fins lucrativos, criado pela Abragames (Associação Brasileira das Desenvolvedoras de Jogos Digitais) em parceria com a ApexBrasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos), com o objetivo de fortalecer a indústria brasileira de jogos digitais, capacitando e criando novas oportunidades de negócios para as empresas brasileiras no mercado internacional.

Sobre a Apex Brasil

A Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil) atua para promover os produtos e serviços brasileiros no exterior e atrair investimentos estrangeiros para setores estratégicos da economia brasileira. Para alcançar os objetivos, a ApexBrasil realiza ações diversificadas de promoção comercial que visam promover as exportações e valorizar os produtos e serviços brasileiros no exterior, como missões prospectivas e comerciais, rodadas de negócios, apoio à participação de empresas brasileiras em grandes feiras internacionais, visitas de compradores estrangeiros e formadores de opinião para conhecer a estrutura produtiva brasileira entre outras plataformas de negócios que também têm por objetivo fortalecer a marca Brasil.

LEIA MAIS NO DROPS DE JOGOS

Veja os vídeos da semana acima.

Conheça mais sobre o trabalho do Drops de Jogos acima.

Veja mais sobre a Geek Conteúdo, a produtora da Rádio Geek, parceira do Drops de Jogos.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments