Ana Ribeiro vai finalizar Pixel Ripped nos Estados Unidos; campanha no Kickstarter prossegue

Em uma entrevista ao jornalista Bruno Izidro, do GizGames (ex-Kotaku Brasil), canal de jogos do Gizmodo, a desenvolvedora Ana Ribeiro disse que terminará Pixel Ripped 1989, o primeiro jogo brasileiro para realidade virtual, nos Estados Unidos. Ela ainda deixou aberta a campanha de crowdfunding no Kickstarter para arrecadar 40 mil libras em seu game, o que equivale a R$ 207 mil. Ana alegou, na conversa por Skype em um café de Londres, que teve problemas para obter o visto permanente no Reino Unido, que exige 10 anos de estada no país.

Foto: Divulgação

A equipe de Ana Ribeiro, que conta com ajuda da artista brtiância Stef Keegan, recebeu uma proposta de uma aceleradora do Vale do Silício chamada Boost, de San Mateo, que incentiva projetos para Oculus Rift e Bitcoin. As duas receberão ajuda de US$ 20 mil e terão permanência de três meses na costa oeste norte-americana.

Até o momento, Pixel Ripped 1989 arrecadou cerca de 10 mil libras no Kickstarter. Você também pode contribuir para o game de Ana.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Categorias:
Indie