Confira os melhores indie games da Gamescom 2015

Evento que reuniu mais de 300 mil pessoas este ano, a Gamescom apresentou trabalhos de aproximadamente de 800 empresas de games.

  • por em 12 de agosto de 2015

O evento mais badalado de games da Alemanha, a Gamescom, que aconteceu na última semana em Colônia, impressiona pelos números e pelos projetos de games apresentados na feira de negócios.

Ao todo, cerca de 345 mil pessoas visitaram os 806 stands da Gamescom, que apresentaram jogos independentes e produções consagradas como Star Wars: Battlefront, da EA.

Os indies fizeram bonito, com a presença de projetos intrigantes e produções caprichadas, que demonstram a força e o potencial dos desenvolvedores outsiders. Abaixo, o Drops de Jogos compilou algumas das melhores criações encontradas no evento. Confira:

Hellblade

Game criado pelos desenvolvedores do estúdio independente Ninja Theory, de Cambridge, Inglaterra, Hellblade foi considerado por muitos o AAA dos jogos indies, com um design visual impecável e uma narrativa soturna, que leva o protagonista a combates contra criaturas das trevas. O estúdio tem no currículo projetos da franquia Devil May Cry e Heavenly Sword.

Gunnihilation

Abusando da estética pixelada, o game do estúdio britânico Robo Pixel apresenta uma dinâmica vertiginosa. A produção tem modo multiplayer para dois a oito jogadores com hordas incessantes de oponentes por todos os lados. Direto ao ponto, o game empolga com partidas rápidas e divertidas.

Cloud Chasers

Com visual de cores impactantes, o game do Blindflug Studios propõe a jornada de pai e filha pelos desertos em busca da cidade das nuvens. O jogador deve economizar água e manter vivos os protagonistas a cada novo dia de êxodo, lutando contra as criaturas encontradas pelo caminho.

Hue

Game com cores vibrantes em alto contraste, Hue é um projeto com estética de cartum em gênero plataforma, criado pelo estúdio Fiddlesticks, também da Grã Bretanha. Para prosseguir no jogo é necessário alterar as nuances de cor e tonalidades do cenário.

Action Henk

Resgatando a jogabilidade de Sonic, The Headgehog, da Sega, Action Henk presta uma singular homenagem aos jogos de plataforma em alta velocidade. Henk, o personagem título do jogo, deve pular, correr e deslizar por cenários com inúmeros obstáculos e prêmios. O jogo desenvolvido pelo estúdio holandês Rage Squid é dinâmico e tem acabamento caprichado.

Outros jogos como Distance, DieselStormers, The Intruder e Mother Russia Bleeds também merecem citação, mas não faltaram projetos capazes de evidenciar a qualidade das produções indies da atualidade. Vale pesquisar e conferir.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Categorias:
Indie