Inspirado em Mad Max e Death Race, multi-artista goiano desenvolve o boardgame de corridas Gasolina de Sangue

"São ataques em turnos super rápidos, no estilo "bateu…correu", como o próprio jogo; uma corrida alucinante e rápida", informa o criador.

  • por em 23 de agosto de 2016

Fabio Melo, artista que trabalha em muitas frentes, do design à confecção de miniaturas, lançou e está divulgando seu mais recente projeto, o boardgame Gasolina dde Sangue.

O projeto, claramente inspirado em filmes como Mad Max e Death Race (Corrida Mortal), no jogo digital Wasteland e no boardgame Dark Future, coloca o jogador em uma disputa frenética contra seus oponentes para vencer os desafios do cenário, em busca de gasolina para permanecer vivo e conquistar a vitória.

Com regras elaboradas e variáveis que criam dinâmica e situações de confronto entre os veículos a cada partida, o jogo apresenta miniaturas caprichadas e riqueza visual com uma estética poluída, que valoriza o conjunto conceitual do projeto.

Em rápido bate papo com o Drops de Jogos, o desenvolvedor da novidade explica os detalhes sobre o projeto e pede o apoio do público ao financiamento coletivo.

Drops de Jogos – De onde surgiu a ideia para criar o boardgame?
Fábio Melo – A idéia  surgiu pesquisando o que há de boardgames com a temática corrida em nosso cenário nacional. Percebi que nenhum aborda o estilo wasteland, terra devastada, mundo caótico e a busca  por recursos como gasolina.
Sendo assim, e como fã  de filmes como Mad Max, Death race e vários outros nesse estilo, decidi começar uma grande  pesquisa para desenvolver um jogo com essa base de estilo.      

Drops de Jogos – Como você desenvolveu as dinâmicas do jogo e o conceito base do projeto?
Fábio Melo – As dinâmicas são voltadas para confrontos com armas, sendo ataques curtos ou a longa distância, entrando aí as armas de fogo. [São] só ataques em turnos super rápidos no estilo "bateu…correu", como o próprio jogo; uma corrida alucinante e rápida, buscando sempre gasolina para  sobreviver e continuar a longa busca pela vitória.   

Drops de Jogos – Qual a sua formação e como se envolveu com o universo dos games?
Fábio Melo – Sou formado em Produção Publicitária, sou escultor, miniaturista, designer gráfico e ilustrador.
Nesse projeto, optei por fazer tudo do zero, a arte, as esculturas dos carros, design de pistas, cartas, desenvolver regras, caixa… enfim 100% do projeto.
Foi árduo, com muita pesquisa, mas saiu o Gasolina de Sangue.  

Drops de Jogos – Há outras propostas que pretenda desenvolver mais à frente?
Fábio Melo – Outros projetos já estão em rascunhos, com temáticas diferentes e bem legais, porém é segredo.
Na hora certa algumas informações serão repassadas em grupos de boardgames. No momento estou aguardando fechar a meta do financiamento para lançar Gasolina de Sangue e aí sim liberar a produção. Com isso, muita gente poderá  conhecer o resultado do jogo, e claro, planos de expansão e idéias futuras vão complementar esse jogo de corrida.  

Drops de Jogos – O Fabio Melo tem uma vasta produção artística em outras frentes. Fale um pouco do seu trabalho.
Fábio Melo – Me apresento ao público como Multi Artista, assim chamado carinhosamente por amigos e admiradores do meu trabalho, já que não fico parado somente em um nicho de criação específico.
Daí surgem múltiplas idéias para apresentar aos clientes.
Trabalho na area de design gráfico, mas sempre ligado nas inovações de action figures, miniaturas e dioramas, entre outros.  

Drops de Jogos – O Brasil tem mostrado grandes projetos de jogos tradicionais e games. Falta algo para nos tornarmos uma nação com produção consistente e reconhecida?
Fábio Melo – Gostaria de ressaltar a todos a importância de apoiar jogos ou projetos nacionais.
Só assim poderemos um dia fortalecer e difundir mais e mais os criadores e desenvolvedores do nosso país, fortalecendo esse espírito empreendedor e criativo.
Apoiar projetos nacionais significa gradativamente dizer "estamos acreditando em novos artistas nacionais" e isso será uma vitória a longo prazo.

Para apoiar a iniciativa do artista, basta clicar no link para a página de financiamento do site Kickante e oferecer a sua contribuição. O jogo conta também com um site próprio com informações adicionais e a fanpage no Facebook, onde o público pode acompanhar as novidades do projeto.

Acompanhe Drops de Jogos no Facebook e no Twitter.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Categorias:
Indie