Matadouro: Grindhouse é um jogo sangrento e de sobrevivência brasileiro

Dá medo, viu

Matadouro: Grindhouse. Foto: Reprodução/YouTube

Matadouro: Grindhouse. Foto: Reprodução/YouTube

O jogo indie brasileiro Matadouro: Grindhouse é um título sangrento e de sobrevivência brasileiro, que chegou no dia 18 de janeiro de 2024. Foi criado pela Pulp Games, que cria games de terror com velocidade. A informação foi dada pelo perfil Game Indie Brasil no X, antigo Twitter, melhor catálogo de jogos brasileiros no Steam. Game é para maiores de 18 anos.

Uma experiência brutal de terror à moda antiga com momentos intensos. Raul Jacques, um detetive intransigente com um passado colorido de vermelho, investiga uma temporada de sequestros que se acredita estarem relacionados até que Maria, uma estudante de medicina com um futuro brilhante, é a próxima alma infeliz. 

Farto da falta de cuidado das forças, o detetive se rebela e sai em busca do que está acontecendo, até que sua busca o leva a uma casa abandonada e abatida.

Lá ele deve suportar horrores, descobrindo o mistério de um culto canibal e os experimentos desumanos feitos com as vítimas sequestradas, lutando contra monstros experimentais e cultistas, em uma luta pela sobrevivência e salvando a garota.

Matadouro: Grindhouse é um jogo de terror e sobrevivência de tiro em primeira pessoa, apresenta uma variedade de armas e inimigos, exploração de ambientes atmosféricos e horríveis e resolução de quebra-cabeças, com retrocesso e gerenciamento de recursos como clássicos do terror.

LEIA MAIS

1 – Opinião: DJ lembra que Batman Arkham é a base de Spider-Man 2 e fala do sucesso de jogos de super-herois

2 – Bem Feito é a Lavender Town creepypasta indie brasileira. Por Pedro Zambarda

Matadouro: Grindhouse. Foto: Reprodução/YouTube

Matadouro: Grindhouse. Foto: Reprodução/YouTube

LEIA MAIS NO DROPS DE JOGOS

Veja os vídeos da semana acima.

Conheça mais sobre o trabalho do Drops de Jogos acima.

Veja mais sobre a Geek Conteúdo, a produtora da Rádio Geek, parceira do Drops de Jogos.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments