Produção solo cartunesca, FPS Fish Person Shooter deve ser lançado somente em 2020

"Estou fazendo tudo sozinho", afirmou Arthur “Tuba” Zeferino, o criador do jogo.

  • por em 3 de julho de 2018

Entre as criações apresentadas no Glitch Mundo 1.0, o público presente pode conferir também o FPS Fish Person Shooter, projeto ireverente de Arthur “Tuba” Zeferino, conhecido do público por sua participação no site Gamesfoda.

Trata-se de um FPS meio retrô, estilo Doom, Quake e jogos antigos do gênero, inspirado em Kubanacan, uma novela da e One Piece, como explicou o desenvolvedor, em bate papao no evento, com o Drops de Jogos.

"Eu queria fazer um FPS do tipo tradicional e estava pensando o que eu poderia fazer, e me veio uma ilha tropical, me veio Kubanacan na cabeça e… homens-peixes…", observou Tuba, rindo da própria criação.

O desenvolvedor teve sua primeira experiência com a criação de um game já nos idos de 2005, ainda utilizando a tecnologia Flash, da Adobe. O Projeto, denominado "O Olho Voador Bizarro", mostrou-se apenas um projeto pessoal, mas fortaleceu seu desejo em voltar futuramente à produção de jogos. "Eu tenho a experiência de game design mais de pesquisa, mesmo, fiz alguns jogos em gamejams… Fish é o primeiro jogo grande que eu faço", informou.

A estética do FPS em produção também é um dos pontos que chamam a atenção no game. Utilizando o motor Unreal, que permite elevado apuro visual, com qualidade quase cinematográfica, é curioso perceber a opção pela irreverente arte cartunesta apresentada no jogo. "Eu fiz o que eu conseguia fazer", explicou o programador. "É uma coisa mais cartum, que é o que eu tô acostumado a fazer; eu fiz muito no passado isso", comentou, explicando que gostou de trabalhar com o motor Unity. "Eu tentei usar Unity uma vez, mas não gostei muito… tentei usar várias engines e, como a Unreal estava de graça, eu testei e vi que ela funciona muito bem para FPS. Eu acabei me dando bem com esse sistema".

Arthur mantém um trabalho regular como programador, com trabalhos realizados na Techfront, em Curitiba, e também no estúdio Loopix, em São Paulo. 

O game tem uma versão demo disponível no site Itch.io, mas o público pode conferir o projeto e as novidades diretamente no site FishPersonShooter.com.

Acompanhe Drops de Jogos no Facebook e no Twitter.
Clique aqui e assine nosso canal no YouTube

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Categorias:
Indie