Spcine anunciará os games aprovados no concurso KOHQ 2 ao vivo na CCXP

Estande contará com 10 games disponíveis para o público.

  • por em 28 de novembro de 2018

A Spcine, empresa paulistana de fomento ao setor de audiovisual, realiza este ano a segunda edição do KOHQ, edital que mescla diferentes expressões artísticas no desenvolvimento de um projeto digital transmídia.

As eqipes inscritas terão até o dia 05 de dezembro para desenvolver o protótipo do jogo inscrito. A Spcine divulgará a lista dos projetos aprovados em estande da empresa, ao vivo na CCXP.

"Participamos da primeira CCXP brasileira, e sabemos que o evento é estratégico para conteúdos geek, dos quais o videogame faz parte", explicou ao Drops de Jogos Ariel Velloso, assessor de Jogos Eletrônicos da empresa.

"E sabemos pelo cinema (via filmes Marvel e DC) o quanto a indústria audiovisual vem lucrando com adaptações de HQs; Aí, resolvemos testar essa parceria HQ e Games. o resultado superou as nossas expectativas", comentou.

O resultado da primeira edição do projeto, como relatou o assessor, foi a finalização de Timo, game vencedor do concurso e desenvolvido pelo estúdio Webcorre, a partir da obra em quadrinhos do artista Raul Aguiar. O game também será apresentado ao público no estanda da Spcine, na feira geek.

"Ano passado, tivemos 4 finalistas no estande", continuou Ariel. "Esse ano, temos 5 finalistas, o vencedor de 2017, e mais 4 projetos apoiados em editais anteriores, totalizando 10 games presentes na feira". O estande do empreendimento municipal ainda promete anúncios de novos projetos na ocasião.

Confira abaixo a lista completa dos games finalistas do KOHQ 2:

Estúdio: Skullfish Studios

HQ: Mayara & Annabelle

Mayara & Annabelle, uma ninja e uma maga, são funcionárias públicas com um trabalho incomum: impedir que demônios e outras criaturas sobrenaturais infrinjam as leis humanas. A série vai para o 5º volume.

Estúdio: Esser App

HQ: Boitatá Espacial

Sinopse: Boitatá Espacial se apoia na inusitada combinação de folclore brasileiro com ficção científica e aventura espacial. A narrativa acompanha a Capitã Amana Ferraz e a tripulação da sua nave -Boitatá- em suas batalhas contra a SEF, órgão da Terra com o objetivo de colonização espacial, enquanto forças maiores de ambos os lados gradualmente se revelam!

Estúdio: Flux Game Studio

HQ: Calango

Um mundo onde sobreviver acaba se tornando prioridade. Comida e água são o maior bem de todos, piedade e solidariedade podem levar à morte.
Então, como ser uma criança nesse mundo? Sozinha e desamparada? Como manter ainda um pouco de doçura e humanidade? Como não cair na tentação de transformar o próprio bichinho de estimação em comida? E simplesmente não se deixar levar pelos instintos animais básicos? E como saber quem é a pessoa que vai te ajudar ou que vai se aproveitar de você?

Estúdio: Faunea Studios

HQ: Angola Janga

Angola Janga, “pequena Angola” ou, como dizem os livros de história, Palmares. Por mais de cem anos, foi como um reino africano dentro da América do Sul. Formada no fim do século XVI, em Pernambuco, a partir dos mocambos criados por fugitivos da escravidão, Angola Janga cresceu, organizou-se e resistiu aos ataques dos militares holandeses e das forças coloniais portuguesas. Tornou-se o grande alvo do ódio dos colonizadores e um símbolo de liberdade para os escravizados. Seu maior líder, Zumbi, virou lenda e inspirou a criação do Dia da Consciência Negra.
O Quilombo dos Palmares permaneceu sendo um entrave ao poder colonial e ao sistema da escravidão por mais de 100 anos. Este foi um dos principais conflitos do Brasil colonial, logo após a expulsão dos holandeses. Esta narrativa em quadrinhos aborda os últimos anos do conflito.

Estúdio: Gixer Game Studio

HQ: Crônicas de Chordata

A HQ se passa em um universo de fantasia com seres antropozoomórficos. Alexia é uma axolote que não sabe o que fazer da vida e viaja sem rumo até conhece Krogor, um sapo que deseja virar Guerreiro e ir para o Calabouço da Águia. Juntos, enfrentam monstros, sobem de nível e se aliam a outros aventureiros. “Crônicas de Chordata” é uma história sobre busca de identidade e amadurecimento.

Informações sobre os games, diretamente no site da Spcine.

Acompanhe Drops de Jogos no Facebook e no Twitter.
Clique aqui e assine nosso canal no YouTube 

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Categorias:
Indie