Juíza aprova compra da Activision pela Microsoft nos EUA; decisão cabe recurso

Órgão regulador queria barrar a aquisição nos Estados Unidos

A imagem da Xbox e Activision Blizzard

Por que a compra da Activision Blizzard pela Microsoft é a maior da indústria de games? Foto: Reprodução/IGN

Depois de meses de processo na Justiça, uma juíza dos EUA deu o aval para a Microsoft comprar a Activision Blizzard, marcando assim a vitória da companhia do Xbox contra o FTC, que queria bloquear o acordo. Apesar de ser uma grande vitória para a companhia americana, o caso ainda não está encerrado.

O FTC pode recorrer à decisão da corte até o dia 14 de julho. Essa decisão foi divulgada nesta terça (11), com a notícia de que a juíza Jacqueline Scott Corley, que supervisionou o caso, chegou à conclusão de que não vê problemas na compra, negando a liminar solicitada pelo FTC.

Confira a decisão da juíza na íntegra:

“A aquisição da Activision pela Microsoft foi descrito como a maior na indústria de tecnologia. Isso merece escrutínio. Esse olhar minucioso se pagou: a Microsoft se comprometeu, em público e em corte, manter Call of Duty no PlayStation por 10 anos em paridade com o Xbox. Ela fez um acordo com a Nintendo de levar Call of Duty para o Switch. Além disso, fez diversos acordos com muitos serviços de jogos em nuvem para levar conteúdo da Activision. O papel da justiça neste ponto é bem pequeno: apenas decidir se, em luz destas circunstâncias, se a fusão deveria ser interrompida – talvez até bloqueada – enquanto se aguarda a ação a resolução da ação administrativa do FTC. Pelas razões explicadas, a corte chegou à conclusão que o FTC não mostrou evidências de suas afirmações, de que essa fusão vertical nesta indústria específica poderia diminuir substancialmente a concorrência. Pelo contrário, as evidências apresentadas apontam para mais consumidores tendo acesso à Call of Duty e conteúdo da Activision. Desta forma, rejeita-se o pedido de liminar [do FTC]”.

Após a decisão da justiça americana ser publicada, alguns executivos da Microsoft foram às redes sociais comentar sobre a vitória do caso, reforçando que se trata de uma coisa positiva para os consumidores. No Twitter, Phil Spencer disse que está grato à corte dos Estados Unidos e que está comprometido em levar mais jogos para mais pessoas.

Além de Phil Spencer, Brad Smith, presidente da Microsoft, publicou um comunicado também agradecendo à justiça dos EUA e dizendo que “como demonstramos consistentemente neste processo, estamos comprometidos em trabalhar de maneira colaborativa e criativa para resolver preocupações dos órgãos regulatórios”.

Bobby Kotick, CEO da Activision Blizzard, se pronunciou sobre a decisão da corte americana, agradecendo à justiça e dizendo que vai continuar a trabalhar para resolver o impasse no Reino Unido.

https://twitter.com/IdleSloth84_/status/1678793168748175361?ref_src=twsrc%5Etfw%7Ctwcamp%5Etweetembed%7Ctwterm%5E1678793168748175361%7Ctwgr%5E577965665be4e19dd6509527358fc8cff36c63bd%7Ctwcon%5Es1_&ref_url=https%3A%2F%2Fflowgames.gg%2Fmicrosoft-ganha-do-ftc-juiza-aprova-compra-activision%2F

LEIA MAIS

1 – Pedro e Paulo Zambarda dão suas impressões sobre One Piece Odyssey e The Legend of Zelda: Tears of Kingdom

2 – Sangue, Suor e Pixels é o melhor livro sobre história de desenvolvimento de jogos. Por Pedro Zambarda

A imagem da Xbox e Activision Blizzard

Por que a compra da Activision Blizzard pela Microsoft é a maior da indústria de games? Foto: Reprodução/IGN

Com informações do The Verge e do Flow Games.

LEIA MAIS NO DROPS DE JOGOS

Veja os vídeos da semana acima.

Conheça mais sobre o trabalho do Drops de Jogos acima.

Veja mais sobre a Geek Conteúdo, a produtora da Rádio Geek, parceira do Drops de Jogos.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments