Kojima se despede da franquia Metal Gear contando a história de Sean, um fã que lutou contra o câncer

No dia do lançamento de Metal Gear Solid V: The Phantom Pain, 1º de setembro, o criador Hideo Kojima divulgou um vídeo de despedida da franquia no YouTube. Este será seu último jogo, já que ele teve desentendimentos internos com a Konami e está saindo da empresa. O designer de games japonês teve seu nome retirado das caixas e do material de divulgação de MGSV, mas assina o jogo internamente, no final das missões.

Foto: Reprodução/YouTube

O vídeo agrega entrevistas de Kojima com sua equipe e apoiadores. Ele conversa com Kyle Cooper, responsável pela arte conceitual do jogo, Robin Atkin Downes, que fez a voz do terrorista Kaz Miller no game, e até com jornalistas como Greg Miller.

No entanto, o depoimento mais emocionante, e que fez muita gente chorar, foi a visita que Hideo Kojima fez até a residência de Sean Paul Gillespie, que faleceu em decorrência de um câncer no dia 8 de fevereiro de 2015. Sofrendo com os efeitos da quimioterapia, Sean jogava Metal Gear Solid para relaxar diante da doença. Colecionava tudo sobre os personagens criados por Kojima, dos jogos até as action figures dos robôs gigantes.

Kojima disse que enfrentou muitos problemas na criação de Phantom Pain e que a mensagem de Sean Gillespie motivou sua equipe na finalização do projeto. "Eu recebi o email dele no mês de dezembro. Gostaria de expressar a gratidão da equipe ao Sean e dizer que graças a ele o projeto está completo", disse Hideo Kojima aos pais do jovem. 

A gravação tem 10 minutos, mas vale cada segundo aos fãs de Metal Gear.

Acompanhe Drops de Jogos no Facebook e no Twitter.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Categorias:
Indústria