Apostando em inteligência artificial, Microsoft passa Apple e se torna a empresa mais valiosa do mundo

É valor de mercado, mas passou mesmo a maçã

Bill Gates e a valorização da empresa que ele fundou, a Microsoft, no New York Times. Foto: Reprodução/Wikimedia Commons

Bill Gates e a valorização da empresa que ele fundou, a Microsoft, no New York Times. Foto: Reprodução/Wikimedia Commons

Microsoft se tornou a empresa mais valiosa do mundo em 12 de janeiro de 2024, ultrapassando a Apple. Com um valor de mercado estimado em US$ 289 trilhões, a dona do Windows superou os US$ 287 trilhões que a Apple vale atualmente. Essa posição foi atingida após o fechamento da bolsa dos EUA na última sexta (12).

É a primeira vez desde 2021 que a Microsoft assume a liderança no quesito valor de mercado, tornando-se assim a empresa mais valiosa do mundo. A ascensão da Microsoft em 2023 foi notável, com a empresa valorizando mais de US$ 1 trilhão. O principal motor por trás desse crescimento é a inteligência artificial generativa.

A Microsoft destacou-se no setor de IA, capitalizando em grande parte em seus investimentos na OpenAI, a criadora do ChatGPT. A Gigante de Redmond investiu mais de US$ 10 bilhões na OpenAI. A incorporação da IA em vários de seus produtos, como o Copilot no Bing, Edge, Windows e outros, foi um passo importante para esta valorização.

A empresa também anunciou que os computadores lançados a partir deste ano contarão com uma tecla dedicada ao Copilot, e há rumores de uma nova versão do Windows focada em IA. A Microsoft anunciou a pouco tempo o Copilot Pro, uma versão melhorada (e paga) do seu assistente de inteligência artificial. Esses avanços indicam um compromisso contínuo com a inovação em IA, que tem sido fundamental para o aumento significativo no valor de mercado da Microsoft.

O “valor de mercado” de uma empresa é uma medida da avaliação total da empresa, refletindo a percepção do mercado sobre seu valor atual e potencial futuro. É um indicador importante para investidores e analistas, pois fornece uma ideia da dimensão e do valor da empresa no mercado acionário.

Para entender melhor: valor de mercado é calculado multiplicando-se o preço atual de uma única ação da empresa pelo número total de suas ações em circulação. Se uma empresa tem 1 milhão de ações em circulação e o preço de cada ação é de $50, o valor de mercado seria 50 milhões. No entanto, é importante levar em consideração uma série de fatores sobre esse conceito.

Preço de uma ação varia ao longo do tempo, baseado na oferta e demanda do mercado. Portanto, o valor de mercado é dinâmico e muda constantemente durante o horário de negociação, à medida que o preço das ações flutua.

Ele é sensível a mudanças tanto internas da empresa (como desempenho financeiro, mudanças na liderança, lançamento de novos produtos) quanto a fatores externos (como condições econômicas, mudanças regulatórias, eventos geopolíticos).

Esse valor é, portanto, também especulação do mercado financeiro, e do próprio mercado tecnológico em torno da IA.

Com informações do New York Times e Hardware.com.br.

LEIA MAIS

1 – Opinião: DJ lembra que Batman Arkham é a base de Spider-Man 2 e fala do sucesso de jogos de super-herois

2 – Bem Feito é a Lavender Town creepypasta indie brasileira. Por Pedro Zambarda

Bill Gates e a valorização da empresa que ele fundou, a Microsoft, no New York Times. Foto: Reprodução/Wikimedia Commons

Bill Gates e a valorização da empresa que ele fundou, a Microsoft, no New York Times. Foto: Reprodução/Wikimedia Commons

LEIA MAIS NO DROPS DE JOGOS

Veja os vídeos da semana acima.

Conheça mais sobre o trabalho do Drops de Jogos acima.

Veja mais sobre a Geek Conteúdo, a produtora da Rádio Geek, parceira do Drops de Jogos.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments