O que precisa ser dito sobre Skull Face em Metal Gear Solid V [Texto COM SPOILERS]

O vilão de Metal Gear Solid V: The Phantom Pain, o terrorista Skull Face da XOF, ganhou destaque antes do lançamento do game em 1º de setembro por vários trailers em que ele aparecia como um fantasma, ou uma alucinação de Big Boss, levantando especulações no enredo. Nós do Drops de Jogos lançando uma análise perguntando se o personagem existia de fato.

Foto: Divulgação

Agora que jogamos MGSV, estamos publicando um segundo texto sobre o tema. Se você não quer saber nenhum detalhe sobre o enredo de Phantom Pain, PARE DE LER neste ponto do texto. Porque serão spoilers a seguir.

SPOILERS

Sim, Skull Face é uma pessoa real. Ele é um mercenário de origem húngara que teve seu vilarejo destruído por americanos durante as guerras europeias. Seu corpo foi carbonizado no ataque. A data de nascimento dele é desconhecida, mas ele conheceu o Major Zero, fundador dos Patriots, quando trabalhou na SAS, a mesma organização militar que recebeu Liquid Snake.

Sem sua língua natural, Skull Face aprendeu o inglês e passou a cumprir missões secretas a serviço de Cipher. Zero instruiu ele, por exemplo, a limpar o terreno durante a missão Snake Eater de Big Boss.

Major Zero ajudou Skull Face a criar a XOF, que por sua vez destruiu a Mother Base dos Militaires Sans Frontiers (MSF) de Boss em 1975. A partir dai, ele fugiu do controle de Cipher e passou a ter um plano pessoal para se vingar dos Estados Unidos.

Skull Face recrutou Code Talker para criar um vírus que contamina e elimina os falantes de língua inglesa. É por isso que ele acredita no poder político através da destruição cultural.

O enredo de Phantom Pain gira em torno de Big Boss se vingando de Skull Face achando que está encarando Cipher, quando seu inimigo tem uma agenda própria.

Acompanhe Drops de Jogos no Facebook e no Twitter.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Categorias:
Indústria