Roteirista de God of War: Ragnarok responde a ataques racistas contra personagem

Caso da personagem Angrboda

Angrboda, personagem de God of War Ragnarok. Foto: Divulgação

Anúncio dos primeiros detalhes de God of War: Ragnarok trouxe infelizmente alguns ataques. Alguns gamers não gostaram de Angrboda representada como uma mulher negra.

Após vários ataques racistas, o roteirista Matt Sophos usou o Twitter para rebater as principais reclamações dessas pessoas. Em primeiro lugar, ele fez questão de afirmar que “a vasta maioria dos jogadores está empolgada e acha o visual dela incrível”, mas que gostaria de responder aos principais “argumentos” dos detratores.

Ele escreveu:

“Você cedeu à pressão externa.”

Posso contar com dois dedos o número de observações que recebi para mudar histórias, contando o de 2018 e God of War: Ragnarok juntos. Essa questão não estava em nenhuma delas. Sou grato pela confiança que nos dão para contar a melhor história possível sem interferência. Então é, isso não tem sentido.

“Você tornou político”

Como escritor, seu trabalho é contar histórias que são atraentes e identificáveis. Você traz pedaços de si mesmo para as histórias e suas opiniões surgem. Então escrever é sempre político — é que geralmente só falam disso se abordam uma política da qual não concordam.

“Não é fiel à mitologia nórdica/não respeita a cultura”

Ah cara. O grande assunto. Deixe-me começar com isso: God of War é nossa interpretação de mitologia, não de história – nórdica ou grega. Nós contamos uma história pessoal com um pano de fundo de deuses, gigantes e etcs através de nossa perspectiva. E essa perspectiva não é 100% fiel. Por exemplo, aqui está um review rápido de algumas das inspirações mitológicas por trás dos protagonistas de God of War (2018):

  • Brok: Um lendário ferreiro dos Anões que tornamos azuis e fala como um minerador boca-suja vindo do Texas.
  • Sindri: Outro lendário ferreiro dos Anões que tornamos cinzento, germofóbico e sabe muito sobre bactérias (“pequenas bestas”).
  • Mimir: Enraizado na mitologia nórdica, em God of War ele é escocês. Mimir é o nome que ele assumiu quando chegou a Midgard, e o ligamos a um personagem do folclore Inglês (e especialmente das peças de Shakespeare)
  • Baldur: O deus da luz e da pureza nas lendas, nós chacoalhamos o básico de sua invulnerabilidade para (quase) todas as coisas, e o tornamos incapaz de sentir qualquer coisa por causa disso.
  • Loki: O fizemos meio gigante, um quarto humano e um quarto semideus grego. Preciso dizer mais?
  • O pai de Loki: Nos apoiamos na tradução de “Farbauti”– o “artilheiro cruel” — para ligá-lo a Kratos… Um semi deus grego rude com uma história como assassino de deuses. Ele também foi dublado duas vezes consecutivas por dois atores negros incríveis. Mas estou divagando…

Acho que o que eu quero dizer é que… Nós consistentemente pegamos personagens mitológicos e criamos nossa própria versão. Então se a cor da pele de Angrboda é o seu limite para o quão respeitosos nós fomos, provavelmente vale fazer uma autoavaliação. Obrigado por ouvirem.

Roteirista recebeu apoio de Cory Barlog, diretor do God of War de 2018. Também no Twitter, o desenvolvedor afirmou:

“Não nos curvamos a pressão externa. Não criamos o que os outros nos mandam. Contamos as histórias que queremos, com personagens que vemos. Fazemos isso porque gastamos anos à serviço da jornada. Fazemos jogos para vocês. Nós criamos porque não conseguimos nos imaginar fazendo outra coisa.”

God of War: Ragnarok tem lançamento marcado para algum momento de 2022.

Vimos no Jovem Nerd.

LEIA MAIS NO DROPS DE JOGOS

Saiba os SPOILERS de Resident Evil Village

Resident Evil Database cria Linha do Tempo com games da franquia

Confira os 5 games online mais jogados no mundo em 2021 segundo site

Veja o vídeo da semana acima.

Conheça mais sobre o trabalho do Drops de Jogos acima.

Veja mais sobre a Geek Conteúdo, a produtora da Rádio Geek, parceira do Drops de Jogos.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments