SMITE: Battleground of the Gods chegou no final de janeiro no Nintendo Switch

Release enviado para a imprensa. Ele segue estas diretrizes de divulgação do Drops de Jogos.

Foto: Divulgação

SMITE: Battleground of the Gods chega no Nintendo Switch. Com o Pacote do Fundador, os jogadores podem ter acesso ao beta fechado e desbloqueiam conteúdo especial, incluindo a aparência limitada Cila Imperadora Dragão. O Pacote do Fundador já está disponível hoje no Nintendo eShop..

30 milhões de jogadores já experimentaram a arena de batalha online no PC, Xbox e Playstation 4. E, agora, SMITE é o único jogo do seu gênero em quatro plataformas.Os jogadores do Switch podem curtir as mesmas batalhas cheias de ação em maravilhosos 60 frames por segundo. Não é necessária nenhuma assinatura do Nintendo Switch Online para jogar em uma variedade de modos de jogo. 

Adquirir o Pacote do Fundador de SMITE dá aos jogadores o seguinte conteúdo: 

Acesso ao beta fechado: os jogadores serão um dos primeiros a competir no Switch

Pacote Supremo dos Deuses: desbloqueio todos os deuses atuais e futuros, incluindo a mais nova adição, o Rei Arthur, e o vindouro Mestre Supremo da Magia, Merlin.

Cila Imperadora Dragão: uma aparência limitada disponível apenas para quem adquire o Pacote do Fundador

Loki Farsante Fugaz: uma aparência favorita dos fãs para o infame trapaceiro

400 gemas: desbloqueia no ato gemas para começar uma coleção de aparências.

SMITE no Switch receberá o mesmo tratamento premium que é dado às outras plataformas, incluindo atualizações mensais, novos personagens jogáveis, balanceamentos e eventos.Jogos entre plataformas (crossplay) estão disponíveis com o Xbox, e os jogadores de SMITE poderão se enfrentar e se juntar no campo de batalha. Para os veteranos, SMITE já anunciou a progressão compartilhada, que permite aos jogadores acessar suas divindades, aparências e progressão em todas as plataformas.

Acompanhe Drops de Jogos no Facebook e no Twitter.
Clique aqui e assine nosso canal no YouTube

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Categorias:
Indústria