Spotify divulga nota apoiando a Epic Games na briga contra Apple

Briga na indústria

Spotify. Foto: Reprodução/TudoCelular

Ontem, 13 de agosto, o aplicativo do Fortnite da Epic Games foi banido da App Store e da Play Store, lojas de aplicativos da Apple e Google.

Isso aconteceu depois da última atualização lançada para o jogo, que adicionou um método de pagamento in-game para que os usuários não precisem utilizar os sistemas das gigantes tecnológicas. E, diferente dos usuários do Android, aqueles que querem baixar o jogo em um iPhone ou iPad ficaram sem alternativas, já que os aparelhos da maçã não permitem a instalação de jogos fora de sua loja oficial. Por conta disso, o Spotify emitiu uma nota em apoio a Epic Games e parabenizou a postura da produtora de se erguer frente a Apple e suas práticas de monopólios:”Aplaudimos a decisão da Epic Games de se posicionar contra a Apple e lançar luz sobre o abuso da Apple em sua posição dominante. As práticas injustas da Apple prejudicaram os concorrentes e privaram os consumidores por muito tempo. As apostas para consumidores e desenvolvedores de aplicativos, grandes e pequenos, não poderiam ser maiores, e garantir que a plataforma iOS opere de forma competitiva e justa é uma tarefa urgente com implicações de longo alcance”.

Epic Games já abriu um processo contra a Apple. Além disso, ela lançou a campanha #FreeFortnite como uma forma de alertar os usuários para que “2020 não se torne 1984” – uma alusão ao icônico comercial da Apple lançado no intervalo do Super Bowl daquele ano e às “práticas de monopólio” da maçã. É importante destacar, também, que o Spotify já possui uma página na internet dedicada para sua própria briga contra a Apple, a “Time to Play Fair”.

Vimos no TudoCelular.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.