Três coisas que você precisa saber sobre Mortal Kombat X antes do lançamento

O jogo Mortal Kombat X chega ao mercado no dia 14 de abril para os consoles PlayStation 4, Xbox One e PC. As versões para PlayStation 3 e Xbox 360 serão lançadas no terceiro trimestre de 2015. Para entender o game que foi desenvolvido pela NetherRealm Studios em parceria com a Warner Bros, o Drops de Jogos separou as três novidades principais que devem agradar o público brasileiro para este título, que pode ser o jogo de luta do ano.

Localização brasileira

A Warner Bros, depois de elencar o cantor Roger Moreira, do Ultraje a Rigor, para dublar o protagonista de Battlefield: Hardline, tomou outra decisão para ajudar na divulgação do novo Mortal Kombat. A roqueira baiana Pitty fará a voz da lutadora Cassie Cage. Se a dublagem da cantora e compositora for boa, pode ser um atrativo sobretudo para quem não conhece esta franquia sangrenta de luta.

Os personagens estão diversificados

D’Vorah e Ferra & Torr são alguns dos lutadores inéditos dentro do game. Cassie Cage é a filha de Johnny Cage e Sonya Blade, representando uma nova geração dentro do círculo dos personagens clássicos. Kotal Kahn traz a herança do vilão Shao Kahn ao game. O game conta também com os herdeiros Jacqueline Briggs, filha de Jax, Takashi Takeda, filho de Kenshi, e Kung Jin, um parente de Kung Lao. Entre personagens que são celebridades, teremos o famoso Jason Voorhees, o assassino da série de Sexta-Feira 13, no DLC Kombat Pack. Ele está junto do alienígena Predador, que enfrentou o ator Arnold Schwarzenegger nos cinemas, Tanya e Tremor.

Além das noviades, antigos personagens voltaram neste novo game. Os trailers já mostraram Scorpion, Sub-Zero, Raiden, Kano, Reptile, Kitana, Kung Lao, Liu Kang, Quan Chi e Goro.

Teremos mais de 100 Brutalities

A NetherRealm deixou mais de uma centenas de golpes especiais que não precisam ser executados apenas quando o inimigo está paralisado na tela “Finish Him”. É possível arrebentá-los em movimento, desmembrando e até explodindo adversários.

 

 

 

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Categorias:
Indústria