Exclusivo: Ghost Jack fala sobre sua participação no ‘Casinha Games’, da Secult

Drops de Jogos foi atrás da empresa envolvida no projeto

  • por em 4 de outubro de 2021
Veja a iniciativa

Imagem: Pátio Digital Academy

O Drops de Jogos vem acompanhando nas últimas semanas o desenrolar de um tema caro para os desenvolvedores de jogos do Brasil, o projeto Casinha Games, iniciativa profissionalizante para interessados em games, idealizado pelo governo federal e cuja informações até aqui parecem poucas e inconsistentes.

LEIA MAIS

1 – Editor de conteúdo do Drops de Jogos explicava as inverdades sobre Games e Violência há 10 anos

2 – Acredite se quiser – Brasileiros criam jogo mod de graça baseado na Caverna do Dragão

Na semana passada, a partir de uma reportagem de O Globo, nossa equipe buscou contato com os profissionais da Ghost Jack Entertainment, apresentada como a empresa responsável pelo conteúdo a ser utilizado no processo de aprendizado do projeto educativo governamental.

Trata-se de uma produtora independente de audiovisual e artes visuais, com um histórico de 24 anos de mercado na produção de projetos como animação, quadrinhos e jogos, filiada à BRAVI (Brasil Audiovisual Independente), à ABRAGAMES (Associação Brasileira das Desenvolvedoras de Jogos Eletrônicos ), à ANCINE (Agência Nacional de Cinema) e ao SINDAV (Sindicato da Indústria do Audiovisual de Minas Gerais).

Em um primeiro contato, o responsável pela direção de arte do estúdio demonstrou desconhecimento sobre o assunto. “Não tenho nenhum envolvimento com Casinha Games, nem conhecimento da mesma”, declarou Cristiano Seixas, em troca de mensagens com a reportagem, indicando o produtor executivo Rafael Michelli como contato direto com a ação do governo. “Ele foi a Brasília e foi convidado para ampliar o ensino da nossa proposta”, detalhou.

Esta semana, já em contato com a assessoria de imprensa da Ghost Jack, surgiram respostas a algumas das indagações que pairam entre os profissionais do setor e parte da imprensa especializada, ainda que, na condição de parceiro conteudista, o estúdio não tenha envolvimento com as questões estruturais do projeto, muitas delas ainda sem respostas.

De acordo com a equipe do estúdio, após o lançamento de um sistema de ensino denominado Plataforma Digital Pátio Digital Academy, Rafael Michelli, então coordenador do projeto, foi convidado a detalhar o conteúdo da ferramenta junto à SECULT, Secretaria de Cultura do governo federal, o que levou ao convite para a participação efetiva dos envolvidos na criação dos Centros Culturais Multimodais, projeto da secretaria que viria a receber mais tarde a alcunha de Casinha Games. Pelas informações enviadas, o grupo deverá ficar responsável pela a implantação do Conteúdo Programático e Pedagógico da referida Plataforma Digital. “Ajudamos a construir a proposta pedagógica com base na Plataforma do Pátio Digital Academy”, destacou a empresa na conversa.

O Pátio Digital Academy, que chamou a atenção do secretário Mário frias, é um recurso idealizado em 2017, contemplado no Edital SAV/MINC/FSA nº13/2018 – Linha de Formação e Qualificação, com recursos liberados em agosto de 2019 pelo Fundo Setorial do Audiovisual, da Secretaria de Cultura. Embora este aporte não tenha relação direta com a proposta de criação do Casinha Games, o fato da plataforma ter sido contemplada com um fomento nacional via edital pode ter sido um facilitador para o contato da Secult com a empresa na busca por uma plataforma capaz de atender às intenções pretendidas para a proposta.

Ainda de acordo com a Ghost Jack Entertainment, o compromisso da empresa com a iniciativa é atender à demanda educativa, por meio do desenvolvimento do conteúdo com plataforma de ensino, criação de material didático, vídeos e exercícios interativos, através dos quais os participantes terão acesso a noções de animação 3D, desenvolvimento de personagem, transmídia, programação, modelagem 3D de personagens, ambientes e objetos das cenas, base em direitos autorais, com foco em propriedade intelectual, game engine e desenvolvimento de projetos em Realidade Aumentada, conceitos de interfaces gráficas, planejamento, marketing e planos de negócios para o mercado de games e animação 3D. O conteúdo é expressivo e, a julgar pela proposta, capaz de fazer frente a muitos cursos de graduação em jogos digitais do país.

Consultada, a empresa afirmou que não existe, até o momento, uma formalização documental para a participação da Ghost Jack nessa etapa do projeto. “O Pátio Digital Academy aceitou contribuir na formatação de uma proposta com o conteúdo existente e criar novos conteúdos sugeridos pela SECULT, já que se trata de um projeto com viés 100% social e de grande abrangência”, informa a resposta encaminha por email pela assessoria de imprensa.

Quando perguntada sobre os detalhamentos do processo de desenvolvimento da iniciativa governamental, a Ghost Jack afirma que as informações disponíveis relacionadas ao projeto da SECULT são as que se encontram até aqui disponibilizadas via LAI, a Lei de Acesso à Informação.

Para a Ghost Jack, o motivo de terem sido escolhidas apenas duas localidades, mais especificamente Rio de Janeiro e Brasília, tem por base o caráter experimental da iniciativa. “Foram escolhidos apenas 02 municípios, para serem os pilotos da iniciativa, e, em caso de sucesso, serem replicados em todos os Estados”, relatam as informações enviadas.

Vale ressaltar, ainda que muitas perguntas permaneçam sem resposta, a exemplo do fato de nenhuma outra plafatorma de ensino para games ou instituição como a Abragames terem sido convidadas pela secretaria para as etapas iniciais de elaboração da proposta, o contato com a Ghost Jack Entertainment foi amistoso e a empresa se colocou à disposição para oferecer mais informações. “A transparência é de nosso grande interesse. O sócio-coordenador do projeto Pátio Digital Academy, Rafael Michelli, está à inteira disposição”, finaliza a mensagem encaminhada.

O Drops de Jogos enviará uma nova bateria de perguntas, na tentativa de elucidar os pontos ainda pouco compreensíveis do projeto e esclarecer a comunidade sobre a abrangência e eficácia pretendidas para a iniciativa.

Veja o vídeo da semana acima.

Conheça mais sobre o trabalho do Drops de Jogos acima.

Veja mais sobre a Geek Conteúdo, a produtora da Rádio Geek, parceira do Drops de Jogos.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments