Médico que receitou sorvete e Free Fire é readmitido em Osasco por ‘conduta humanizada’

Ele tinha sido demitido

Médico receitou sorvete de chocolate e 'Free Fire' após paciente relatar sintomas gripais, foi demitido e readmitido em seguida Imagem: Arquivo pessoal

Médico receitou sorvete de chocolate e 'Free Fire' após paciente relatar sintomas gripais, foi demitido e readmitido em seguida Imagem: Arquivo pessoal

O médico Marcos Wesley Silva, demitido após prescrever sorvete e Free Fire para uma criança durante consulta em Osasco (SP) foi readmitido na UPA Jardim Conceição. A readmissão de Marcos foi solicitada pelo prefeito de Osasco, Rogério Lins, do Podemos.

A conduta do médico, denunciada pela mãe, foi “humanizada”, afirmou a prefeitura em nota oficial Os remédios necessários para tratamento do menino estavam elencados na receita junto ao sorvete e ao jogo Free Fire, complementou o órgão.

Marcos foi afastado após a mãe da criança atendida em 18 de maio denunciar o médico pelo pedido do sorvete e do jogo na receita médica.

LEIA MAIS

1 – Pedro e Paulo Zambarda dão suas impressões sobre One Piece Odyssey e The Legend of Zelda: Tears of Kingdom

2 – Sangue, Suor e Pixels é o melhor livro sobre história de desenvolvimento de jogos. Por Pedro Zambarda

Médico receitou sorvete de chocolate e 'Free Fire' após paciente relatar sintomas gripais, foi demitido e readmitido em seguidaImagem: Arquivo pessoal

Médico receitou sorvete de chocolate e ‘Free Fire’ após paciente relatar sintomas gripais, foi demitido e readmitido em seguida
Imagem: Arquivo pessoal

Médico também prescreveu amoxicilina, ibuprofeno, dipirona, prednisolona e acetilcisteina para tratar o menino de nove anos, que tinha sintomas gripais.

As informações são do portal UOL.

LEIA MAIS NO DROPS DE JOGOS

Veja os vídeos da semana acima.

Conheça mais sobre o trabalho do Drops de Jogos acima.

Veja mais sobre a Geek Conteúdo, a produtora da Rádio Geek, parceira do Drops de Jogos.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

All Comments

Subscribe
Notify of
guest
1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Leandro

É muito exagero, guando o médico claramente quis ser humano com a criança e os pais não entenderem essa simples humanização do médico com o filho (tratar a criança como um ser humano de 9 anos , falando a língua dele) , quer dizer que tratar o filho deles bem e de forma diferenciada deixar esses pais indignados.
Lamento muito pela criança, pois esses pais realmente precisam entender que o filho também é um ser humano, ainda em desenvolvimento, mas que precisa ser tratado com respeito e humanidade.
Também tenho 2 filhos e tento trata-los de forma mais humana e enxerga-los como um indivíduo, respeitando e da mesma forma entendo suas limitações.