Painel da GameJam+ com EBG e Drops de Jogos traz dicas para divulgar games

A primeira etapa da GameJam+ 2020 acontece entre os dias 9 a 11 de outubro.

Imagem: divulgação

A GameJam+, maratona de desenvolvimento de jogos digitais, está realizando uma série de encontros virtuais com especialistas de mercado e profissionais do desenvolvimento de jogos como uma prévia para a edição 2020, totalmente online.

Neste domingo, dia 04 de setembro, a equipe do projeto convidou André Avelino, da Escola Brasileira de Games, e o editor de conteúdo do Drops de Jogos, Kao Tokio, para um bate papo sobre o crescimento do mercado nacional e os caminhos para uma melhor comunicação entre os criadores de jogos e seu público potencial.

O painel “O Boom do Mercado de Games e o Papel dos Comunicadores”, integra o “Esquenta GJ+ 2020”, e trouxe informações importantes que podem ser úteis ao iniciante do mercado, trazendo dicas para divulgação de jogos e projetos digitais. A conversa foi mediada por Jesús Fabre, responsável pelo canal The Gamer inside Brasil.

“O caminho mais óbvio para quem gosta de jogar, é querer criar seu próprio jogo, você quer por em prática, mas operacionalizar isso apresenta diversas barreiras e há formas de ir quebrando […] alguém está com uma ideia e precisa de alguém para colocar a coisa pra funcionar… De repente, você está na hora certa no lugar certo e é a pessoa que vai fazer funcionar”, comentou André, cujo currículo apresenta passagens por empresas de games e formação na área de marketing.

Um dos destaques da conversa foi a ênfase na importância da divulgação dos projetos, mesmo iniciantes ou experimentais. Para os desenvolvedores que não se sentem seguros em produzir um comunicado oficial sobre suas produções, o Drops de Jogos disponibiliza, desde 2017, um guia básico para a confecção de press release de game.

A primeira etapa da GameJam+ 2020 acontece entre os dias 9 a 11 de outubro e os interessados podem obter mais informações diretamente no site do evento.

Assista, abaixo, ao vídeo completo com o bate papo.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.