Bobby Kotick permanece como CEO da Activision Blizzard até a aquisição da Microsoft

Depois, em 2023, pode ser dispensado

Veja Bobby Kotick

Bobby Kotick. Foto: Wikimedia Commons

Depois de anunciar a compra da Activision Blizzard, a Microsoft confirmou que Bobby Kotick continuará como CEO da empresa de games até pelo menos o fim da aquisição. Kotick é o chefão da Activision que enfrenta acusações de assédio sexual e de falta de equilíbrio salarial entre homens e mulheres em sua empresa.

Segundo comunicado oficial, Kotick e sua equipe “manterão o foco em impulsionar esforços para fortalecer a cultura da empresa e acelerar o crescimento do negócio.” Após o negócio ser concluído, a Activision Blizzard vai se reportar diretamente a Phil Spencer, CEO da Microsoft Gaming e Xbox.

Diz o executivo:

LEIA MAIS

1 – Opinião: Como a saga Metal Gear Solid objetifica as mulheres e contribui para o machismo [TEXTO COM SPOILERS]

2 – Cyberpunk 2077 é o fracasso necessário, uma resenha. Por Pedro Zambarda

“Por mais de 30 anos, nossas equipes incrivelmente talentosas criaram alguns dos jogos de maior sucesso no mundo. A combinação do universo de franquias extraordinárias da Activision Blizzard com a tecnologia, distribuição, visão ambiciosa e compromisso da Microsoft com os jogos e inclusão, ajudará a garantir nosso sucesso contínuo em um setor cada vez mais competitivo.”

Apesar da informação, Jason Schreier, repórter da Bloomberg, afirma que não está claro se Bobby Kotick continuará na empresa após a aquisição ser finalizada, ou se ele participará apenas deste momento de transição: “Ainda não está 100% claro se Bobby continuará depois que a tinta secar”. O New York Times apresentou uma apuração similar.

Microsoft afirmou que a aquisição da Activision Blizzard será uma transação em dinheiro avaliada em US$ 68,7 bilhões.

Nos últimos meses, a Activision está lidando com uma série de ações judiciais, após o estado da Califórnia entrar com um processo contra a empresa por conta de denúncias de discriminação e assédio sexual no ambiente de trabalho.

Uma reportagem do Wall Street Journal afirma que Bobby Kotick sabia dos casos de assédio na empresa há muito tempo, e chegou a tentar esconder as informações, o que piorou a imagem da companhia no mercado. Playstation e Microsoft chegaram a criticar a postura da empresa.

Veja os vídeos da semana acima.

Conheça mais sobre o trabalho do Drops de Jogos acima.

Veja mais sobre a Geek Conteúdo, a produtora da Rádio Geek, parceira do Drops de Jogos.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments