Opinião: Por que Punhos de Repúdio foi o game brasileiro que simboliza 2022 para mim?

Jogo indie de 2022 na opinião da edição do Drops de Jogos

Punhos de Repúdio

Punhos de Repúdio. Foto: Divulgação/Steam

Foi bom acompanhar de perto o trabalho da BrainDead Broccoli e seu Punhos de Repúdio. Era pandemia do novo coronavírus e o Brasil sofria com a volta ao Mapa da Fome, o desemprego e um ex-presidente da República (nossa, como é bom escrever ex-presidente e não presidente) se comportava como negacionista científico.

O jogo chegou em 10 de agosto de 2022 com uma temática simples. Assim como Streets of Rage 4, você seleciona uma das protagonistas de máscara e espanca negacionistas na rua.

Ganhou reconhecimento no SBGames, após um crowdfunding bem-sucedido. É um jogo de devs iniciantes, curto e direto ao ponto. Não tem enrolação.

Tem quase 300 avaliações positivas no Steam e custa apenas R$ 12.

E no final do game, há uma recompensa que valoriza todo o sofrimento real que sofremos na pandemia da Covid-19. No final você espanca o ex-presidente negacionista.

LEIA MAIS

1 – God of War Ragnarök: entre deuses e monstros. Uma resenha 2 – FIFA 23, o último de seu nome, uma resenha. Por Pedro Zambarda

Punhos de Repúdio

Punhos de Repúdio. Foto: Divulgação/Steam

Punhos de Repúdio tem que ser o jogo indie do ano. Por todas essas razões, Punhos de Repúdio é o jogo brasileiro de 2022 para o Drops de Jogos.

LEIA MAIS NO DROPS DE JOGOS

https://www.facebook.com/radiogeekbr/videos/3034035166903024

Veja os vídeos da semana acima.

Conheça mais sobre o trabalho do Drops de Jogos acima.

Veja mais sobre a Geek Conteúdo, a produtora da Rádio Geek, parceira do Drops de Jogos.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

All Comments

Subscribe
Notify of
guest
1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Andre

Falta de profissionalismo!